“A Usurpadora”: nova versão da novela começa a ser gravada pela Televisa

Produção com 25 capítulos será lançada diretamente em plataforma de streaming no México

Nova versão de "A Usurpadora" não terá Gabriela Spanic.

Nesta quinta-feira (25), a Televisa começou as gravações de uma nova versão de A Usurpadora, novela mexicana que fez sucesso no Brasil nos anos 2000. Desta vez, a produção terá 25 capítulos e será disponibilizada em uma nova plataforma de streaming no México até o fim de 2019.

Conforme as primeiras informações divulgadas, a releitura da novela será protagonizada por Sandra Echeverria, que foi a Jade na versão latina de O Clone, e não por Gabriela Spanic, que interpretou as gêmeas Paola e Paulina Bracho na produção original. Desta vez, a trama terá um fundo político, já que Paola será a primeira-dama do país. Ela ficará entediada e armará um plano para que Paulina roube seu lugar.

A regravação faz parte de um projeto da Televisa, chamado “Fábrica dos Sonhos”, que pretende resgatar clássicos de sua teledramaturgia em formato de série para streaming.

O retorno de A Usurpadora ainda não tem data de lançamento confirmada. O início das gravações foi comemorado através de uma publicação no Twitter da emissora: