Como práticas de recursos e de capital humano elevam a capacidade profissional e as oportunidades de sucesso

Foto: Unimed, Divulgação

Diante de um mercado competitivo, é imprescindível investir na formação de equipes de alta performance e dispostas a contribuir para o sucesso dos negócios. A partir desse cenário, a área de recursos humanos ganha cada vez mais influência estratégica, de modo que sua atuação recai em pessoas, soluções e resultados, ou seja, o que conhecemos de uma gestão eficiente.

É verdade que as empresas são beneficiadas quando contam com colaboradores capacitados, uma vez que preparados, eles desenvolvem com mais aptidão suas funções e se sentem seguros para assumir responsabilidades e desafios.

Na prática, existem formas de treinamento que a organização pode adotar em sua política. Algumas delas são os cursos internos à equipe ou externos para alguns membros selecionados e, até mesmo, a disseminação de conhecimento por parte de um gestor ou funcionário mais apto em determinada técnica.

Foto Unimed, divulgação

Contudo, para o colaborador atingir o potencial e desfrutar de habilidades das quais detém, é papel da empresa promover ações que assegurem o seu engajamento, pois uma vez envolvido, mostra-se interessado para gerar oportunidades e desenvolvimento.

Aliás, esse é um dos principais desafios de gestores e responsáveis pela área de recursos humanos: engajar a equipe. Organizações que compreendem o valor de um time engajado enxergam seus profissionais como patrimônio, e têm mais chances de se destacarem no mercado em relação aos concorrentes, porém, essa não é uma tarefa simples, pelo contrário, desafiadora.

Valer-se de algumas práticas pode ajudar no resultado esperado, dentre as quais estão:

1. Liderança comprometida;

2. Sentimento de pertencer à empresa, ou seja, compartilhar com os colaboradores os desafios e as conquistas da organização;

3. Oportunidades de crescimento profissional;

4. Recompensas por atuações positivas e inspiradoras.

Foto Unimed, divulgação

Consequentemente, é importante deixar claro a preocupação que se deve ter com a qualidade mental e física dos colaboradores, pois de acordo com a Organização Mundial da Saúde, um ambiente de trabalho esgotante e sem perspectivas pode levar o profissional a altos níveis de estresse, desencadeando faltas, perda de produtividade e futuros transtornos.

Na realidade do mercado competitivo e exigente, contar com uma equipe qualificada para enfrentar os desafios, engajada com os propósitos e mentalmente/fisicamente disposta reflete cuidado com o capital humano e oportunidades de sucesso.

Saiba mais em Unimed Grande Florianópolis