Anitta fala sobre preconceito contra funk: “Espero que um dia acabe”

Cantora participou do quadro "Super Ding Dong", no "Domingão do Faustão"

anitta
Anitta participou do quadro "Super Ding Dong", no "Domingão do Faustão". Foto: Reprodução / Globo

No último domingo (17), Anitta participou no quadro Super Ding Dong, no Domingão do Faustão, onde interpretou hits como Vai MalandraTerremoto e Veneno. A artista também defendeu suas raízes, declarando esperar que o preconceito contra o funk chegue ao fim um dia.

— Espero que um dia acabe, mas segue tendo, né? Hoje em dia acontece tudo, eu fico aqui em uma plenitude… Depois que você já tomou um monte, fica alerta — declarou.

Leia também: Snoop Dogg confirma parceria com Anitta

Ela também falou sobre sua carreira internacional, que ganhou fôlego na América Latina nos últimos anos, inclusive com sua presença como técnica no The Voice do México.

— O mais difícil dessa coisa internacional realmente é começar lá fora enquanto ainda está se mantendo aqui. Uma coisa é sair, ficar só investindo em seu trabalho em outros mercados. Outra é fazer aqui.

Nas redes sociais, o público aprovou a participação da cantora na atração. Veja algumas reações:

Leia também: “Eu adoraria que Terremoto fosse a música do verão”, diz Kevinho sobre parceria com Anitta