Cantora Aretha Franklin morre aos 76 anos

Ela foi diagnosticada com câncer em 2010 e estava gravemente doente

Foto: Divulgação

A cantora Aretha Franklin morreu nesta quinta-feira (16), em sua casa em Detroit, nos Estados Unidos. Segundo o G1, a informação foi confirmada por um representante da cantora à agencia de notícias Associated Press. De acordo com o comunicado oficial, a causa da morte foi câncer de pâncreas em estágio avançado.

Ela era conhecida como “Rainha do Soul”. Nascida em março de 1942 na cidade de Memphis, no Tennessee, estado ao sul dos Estados Unidos, Aretha começou a fazer sucesso entre as décadas de 1960 e 1970, com as músicas Respect (You Make Me Feel Like) A Natural Woman. Ao longo de sua carreira, ela recebeu 18 prêmios Grammy, um deles pelo conjunto da obra. Ela também foi a primeira mulher a entrar no Hall da Fama do Rock and Roll,  em 1987.

Na segunda-feira, a notícia de que a cantora americana Aretha Franklin estava gravemente doente assustou os fãs. Já na terça-feira, a revista People divulgou que ela estava em casa, descansando, consciente, rindo e que era capaz de reconhecer as pessoas – entre as visitas que ela recebeu estava a do cantor Stevie Wonder.

Um amigo da artista confirmou à publicação que ela estava doente há muito tempo, mas preferiu manter sua condição longe dos holofotes. A cantora foi diagnosticada com câncer em 2010 e na época chegou a dar uma pausa na carreira. Seu último show foi na Filadélfia, em agosto de 2017. No ano passado, ela também chegou a anunciar a aposentadoria, alegando que queria passar mais tempo com os netos.

Leia também:

Famosos lamentam a morte de Aretha Franklin