Arnold Schwarzenegger assume que “passou dos limites” com mulheres

Ao ser perguntado sobre o movimento #MeToo, o ator lembrou de seus atos com vergonha

Arnold Schwarzenegger
Foto: AFP PHOTO / AFP

Arnold Schwarzenegger, que já foi ator e governador da Califórnia, admitiu em entrevista à Men’s Health que se arrepende de atos do passado em relação às mulheres. Ao ser perguntado sobre o movimento #MeToo, o ator lembrou de seus atos com vergonha:

— Olhando para trás, eu passei dos limites muitas vezes, e eu fui o primeiro a pedir desculpas. Me sinto mal por isso e eu peço perdão. Quando eu me tornei governador, eu quis garantir que ninguém, nem mesmo eu, cometesse novamente esses erros — declarou Arnold.

No entanto, o eterno Exterminador do Futuro afirma que não mudou quem é por conta do movimento:

— Eu não mudei a minha visão de masculinidade. Eu sou um cara. Eu não mudaria a visão de quem eu sou. A mulher que eu mais amei na vida foi a minha mãe. Sempre a respeitei, ela era uma mulher fantástica. Eu sempre tive respeito pelas mulheres — afirmou o astro.