Artistas homenageiam Marielle em festa de lançamento da novela ‘Orfãos da Terra’

Alice Wegmann e Luana Martau. Foto: Globo/Selmy Yassuda

Alguns artistas aproveitaram a festa de lançamento da próxima novela das seis da Globo, “Orfãos da Terra”, na noite desta quinta-feira (14) no Rio, para pedir Justiça à vereadora Marielle Franco (PSOL) e ao motorista Anderson Gomes, assassinados há um ano.

Alice Wegmann, 23, que teve contato com Marielle, usou um broche com as palavras “Marielle Sempre Presente” na festa que acontece na capital fluminense no dia em que o crime completa um ano. Ela também falou da importância de lembrar sempre do nome da vereadora.

“Cheguei a ter um contato com a Mari pelas redes sociais e ela era amiga dos meus amigos. Sempre a admirei muito pelas causas que ela lutava, e eu me identificava com isso e ela ainda representa todas essas lutas. Por isso, toda a proporção que isso tomou não foi à toa. Se tem tanta gente lutando por Justiça em nome dela, isso não é à toa. A gente precisa saber quem mandou matar Marielle”, afirmou.

Para Alice, não é possível desvincular a arte da política. “Quando temos voz, precisamos saber usá-la. Acho que de nada adianta ficar em um mundo raso, se a gente tem a oportunidade de chamar atenção para coisas que importam. Claro, que muitos desses temas não são meu lugar de fala. Tenho muito o que aprender com uma mulher negra e com a comunidade LGBT, por exemplo. Mas quero ceder a minha voz para essas pessoas”.

Thelma Guedes e Duca Rachid, autoras da novela, também pediram Justiça a Marielle antes de exibirem as primeiras cenas da trama. A atriz Luana Martau, conhecida pelo humorístico “Tá no Ar”, vestia uma camiseta com o nome da vereadora assassinada.

CRISE NA VENEZUELA

A nova trama das seis da Globo, que estreia em 2 de abril, vai retratar a chegada de refugiados de diversas partes do mundo para o Brasil. Com os primeiros capítulos dedicados aos Sírios, núcleo protagonista da trama, a novela vai abordar outras nacionalidades e, ainda, a crise da Venezuela.

“Fomos incluindo temas novos e vamos tratar a questão venezuelana”, afirma a autora Thelma Guedes, que escreve a novela com Duca Rachid. Novos atores vão surgir ao longo da trama com uma nova história que vai retratar a crise do vizinho brasileiro. “A trama central é de uma família Síria, mas abrimos para outros refugiados. Há os africanos, os haitianos e também dos venezuelanos”.

Derrubar alguns mitos falsos sobre refugiados é um dos desafios da novela, segundo a autora. “Claro que o primeiro objetivo da novela é entreter, mas talvez a gente consiga quebrar algumas ideias erradas que as pessoas têm de que o Brasil recebe muitos refugiados, por exemplo”, afirma Thelma.

Segundo a autora, recebemos apenas 130 mil pessoas por aqui, enquanto há 4 milhões de brasileiros espalhados pelo mundo. “É bem desproporcional. Há uma ideia de existem milhões de estrangeiros no Brasil, e isso não é verdade”, afirma a autora.

A economia e a cultura do país também crescem com a presença dos estrangeiros, defende Thelma. “Eles respondem a um aumento do 2% do PIB porque eles são muito empreendedores. Imagine uma pessoa que vem para cá para salvar a própria vida. Eles são resilientes e com uma energia de trabalho muito grande. Muitos são pessoas bem preparadas, que falam diversas línguas. Eles vêm para somar em todos os sentidos”.

“Órfãos da Terra” conta uma história de amor tendo como pano de fundo a questão dos refugiados. Laila (Julia Dalávia) e Jamil (Renato Góes) fogem para o Brasil apaixonados até que outras pessoas passam a interferir no romance deles.

Leia também:

VÍDEO: ex-BBB Kaysar Dadour começa preparação para a nova novela das seis

Ex-BBB Kaysar é confirmado como ator de nova novela da Globo