Gabriela Loran, primeira atriz transexual de “Malhação”, diz não querer ser a única a ocupar esse espaço

transexual
Foto: Reprodução Instagram

Gabriela Loran fez sua estreia na televisão como a professora de dança Priscila, de Malhação – Vidas Brasileiras. Ela é a primeira atriz transexual a aparecer na novela e se diz muito feliz por estar servindo de exemplo para jovens como ela.

Leia mais:
Camille Reis: único centro privado de atendimento a transgênero do país fica em Blumenau
Gay Friendly: conheça famosos destinos gringos LGBTQI
Agora casado, Thammy Miranda é garoto-propaganda de creme de barbear

A atriz contou em entrevista à coluna de Patrícia Kogut, no O Globo, que é interessante que a personagem esteja presente em um horário em que os adolescentes estão assistindo.

– Eu, quando jovem, não tive essa referência. Quando a pessoa vê uma mulher transexual e empoderada, ocupando um espaço de respeito, ela acredita que existe, sim, uma oportunidade. Estou tendo um feedback maravilhoso. Muitas meninas trans me escrevem, comemorando. Isso, para mim, como Gabriela e militante, não tem preço. Servir de referência para alguém como você é incrível.

Vai ostentando toda essa riqueza ✨ #malhaçãovidasbrasileiras

Uma publicação compartilhada por G A B R I E L A L O R A N (@gabrielaloran) em

Aos 24 anos, Gabriela espera que seja apenas a primeira e mais oportunidades para atores e atrizes transgêneros surjam.

– Estamos conquistando um espaço legal, mas não podemos nos acomodar, senão perderemos o pouco que alcançamos. Hoje, há diversas mulheres trans buscando espaço, mas a gente precisa de mais e mais. Porque eu posso ter sido a primeira a ocupar esse espaço de ‘Malhação’, mas não quero ser a única.