Conheça o Balaio de Gato, novo espaço cultural de Floripa que fica na antiga Casa de Noca

Local, que inaugura nesta sexta-feira (29), tem proposta similar à da antiga Casa de Noca

Casa foi reformada para receber novo espaço cultural. Foto: Maurício Zanoni/Divulgação

O sobrado no número 1176 da Avenida das Rendeiras, na Lagoa da Conceição em Florianópolis, recebeu por quase sete anos a Casa de Noca, local focado na música autoral e independente que conquistou um público fiel e deixou saudades desde que fechou as portas, no começo de junho. Para quem curtia as noites good vibes à beira da Lagoa, uma boa novidade: nesta sexta-feira (29), no mesmo endereço, abre as portas o Balaio de Gato, espaço cultural com uma proposta parecida com a da Noca. A primeira festa terá show das bandas Skrotes e The Cegus, a partir das 22h.

O Balaio de Gato é comandado por Adriano Saito, da Saravá Cultural Produções – que realiza o festival homônimo na Capital -, com a Colher de Chá, de Içara, que também realiza um trabalho similar ao que a Casa de Noca fazia e faz parte da rota de bandas independentes em Santa Catarina.

— É uma casa que tem experiência e traz uma parceria para dar continuidade ao trabalho da Casa de Noca e para movimentar e promover a música, cultura e artes no geral — conta Saito.

A ideia é que o espaço realize eventos culturais, com foco em música, e movimente a cidade com bandas de fora e locais, trazendo estilos diferentes e plurais. Apesar de continuar com uma filosofia próxima à da Casa de Noca, o Balaio de Gato vai misturar um pouco da identidade da Saravá com a da Colher de Chá, e deve trazer eventos ligados ao blues, rock, jazz, funk e soul.

Já estão confirmados eventos como noite de música latina (no sábado, 30), o projeto Pague Quase Quanto Quiser, que rola na segundas-feira e que fazia parte da programação da Casa de Noca, e show da banda baiana Maglore (6 de julho).

— Para mim, esse cenário autoral e independente brasileiro é lindo e uma das coisas que me motivou a trabalhar com produção. É uma das melhores épocas da cena musical no país e precisamos movimentar e enriquecer a cadeia — defende Saito.

Leia mais:

Heróis com a cara das crianças brasileiras estão na tela da Mostra de Cinema Infantil

Confira a programação da 17ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis