Engenheiro catarinense mostra barco de papel navegável no Encontro com Fátima Bernardes

A primeira navegação com o barco foi feita na Capital do Estado, entre a Ilha e o Continente

Fotos reprodução

Roberto Böel Vaz, morador de Florianópolis, chamou a atenção do país durante o programa Encontro com Fátima Bernardes nesta quinta-feira, 4. O engenheiro e educador físico constrói barcos de papel navegáveis.

A ideia surgiu em um projeto da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) chamado “Reciclar é o Nosso Papel”, e a primeira navegação com o barco foi feita na Capital do Estado, entre a Ilha e o Continente.

— Gosto de mar e água desde criança. Num evento da UFSC me perdiam algo que chamasse a atenção, e pela falta de recursos surgiu a ideia de construir barcos de papel navegáveis, neste caso papelão, em tamanho gigante – entre 7,0 e 9,5 metros. Navegamos em uma rápida apresentação que dura entre 10 e 15 minutos, pois os barcos afundam! — enfatiza Roberto.

Segundo o inventor, os barcos demoram cerca de um dia e meio para serem construídos. É necessária a ajuda de cinco pessoas e cerca de 160kg de papelão.

Próximos projetos

Questionado sobre o próximo projeto, Roberto logo anunciou que tem novidades até julho:

— Estou desenvolvendo um carro anfíbio, pensando em um probleminha de transporte coletivo na Capital de SC. Moro no continente e trabalho na Ilha. Demoro 18 minutos pra ir e uma e meia pra voltar. Então pretendo diminuir a distância pelo mar — contou.

Fátima logo respondeu curiosa:

— Quando terminar, vem até o programa mostrar pra nós.

Leia mais:

Catarinense destaque no futebol, Nati participa do Encontro com Fátima Bernardes

Consultora do “Encontro com Fátima Bernardes” fala sobre relacionamentos sustentáveis

Gari catarinense participa do “Encontro com Fátima Bernardes”