Bioestimuladores de colágeno são os queridinhos da vez para a pele

Foto: Arquivo Pessoal

Uma pele com mais firmeza, um contorno mais definido,textura e brilho na medida certa são os maiores desejos da maioria das mulheres e homens. E para nos ajudar a alcançar a tão sonhada juventude eterna foram desenvolvidos os chamados bioestimuladores.

Na coluna desta semana quem vai esclarecer nossas dúvidas sobre os bioestimuladores é a farmacêutica esteta Juliana Almeida.

Segundo ela os bioestimuladores são ativos que estimulam a produção de colágeno e promovem um efeito rejuvenescedor, com resultado natural e progressivo. Os mais utilizados são a hidroxiapatita de cálcio, o ácido polilático e a policaprolactona, mais conhecidos pelos nomes comerciais: Radiesse, Sculptra e Ellansé.

Eles atuam provocando uma leve reação inflamatória na derme, uma camada mais profunda da pele, fazendo com que os nossos fibroblastos (células responsáveis pela produção de colágeno) se ativem e produzam novas fibras que dão sustentação à pele. Os mesmos agem também como preenchedores, como é o caso do Ellansé e do Radiesse, que, dependendo da concentração e do número de sessões dão volume à área tratada. Assim eles podem, em alguns casos, substituir os preenchedores clássicos no lugar do famoso ácido hialurônico. Já outros como o sculpra são bastante utilizado para a flacidez corporal, para dar aquele ‘Up’ no bumbum. Em todo o mundo ele tem sido a primeira escolha para a flacidez de braços, interno de coxa, abdômen e para empinar o bumbum.

A aplicação é tranquila e semelhante a de preenchedores de ácido hialurônico. Considerados minimamente invasivos, o produto é diluído horas antes do procedimento e distribuído em alguns pontos estratégicos da face com uma micro cânula bem fina, para minimizar a probabilidade de equimoses (roxinhos) e edemas (inchaços), explica a farmacêutica Juliana Almeida.

Pelo fabricante são recomendados três sessões com intervalos mensais. Assim o estímulo do colágeno acontecera por até 25 meses após as aplicações, servindo como uma poupança de colágeno, para um envelhecimento muito melhor da pele.

É recomendado não fazer esforço físico nas 24 horas seguintes a aplicação, já que a área fica sensível e dolorida. O melhor é evitar também piscina e sauna, que trazem risco de contaminação.

 

Um pouco mais sobre os tipos de bioestimuladores

RADIESSE
Além do efeito de preenchimento imediato, a hidroxiapatita de cálcio estimula a produção natural de colágeno e age na recuperação, firmeza e elasticidade da pele. Indicado para amenizar rugas e marcas de expressão moderadas e graves no rosto. Nas mãos, trata a perda de volume disfarçando os tendões e minimizando a flacidez da pele. Recomendado também para pescoço, colo, interno de braço e joelhos – é especialmente benéfico para melhor o aspecto “craquelado” desta área. Pode ser associado com outros tratamentos da estética avançada também para melhor contorno do rosto, papada, pescoço e braço, reforça o combate à flacidez. Pode provocar hematomas.

SCULPTRA
Ao estimular o colágeno, o ácido polilático melhora o contorno facial e corporal e atenua sulcos, rugas e marcas de expressão. Não é um preenchedor, mas pode resultar em um leve volume, mais natural. No rosto, é indicado para áreas de pouca mobilidade (têmpora, na região das orelhas) para dar sustentação, e contraindicado na região dos olhos e boca. No corpo, trata celulite e flacidez dos braços, coxas, glúteos e abdômen. O paciente deve fazer massagens depois da aplicação para evitar micronódulos. Temos ótimos resultado com ele em nossos protocolos contra a flacidez.

ELLANSÉ
Melhora a textura da pele, deixando-a firme, sedosa e com aparência saudável. Além disso, a policaprolactona ajuda a recuperar o volume perdido devido à diminuição natural da gordura do rosto (com exceção dos lábios e pálpebras, onde não deve ser aplicada). Assim, é especialmente indicada para peles mais maduras ou de quem passou por processo de emagrecimento severo. Serve também para aplicações ósseas criando pontos de sustentação. Pode dar 20 a 30% mais volume do que o gel de ácido hialurônico, por isso, é necessário cuidado na aplicação. Não vem com anestésico, o que deixa a aplicação mais desconfortável e é possível que surjam hematomas.

Leia mais:

A ansiedade é uma vilã no processo de emagrecimento

Você sabe o que é a carboxiterapia e para que ela serve?

Veja os principias benefícios da vitamina C para pele

Lidiane Amaral
Esteticista e empresária. Ao longo dos 15 anos que atua na área da estética e beleza, desenvolveu diversos tratamentos com o objetivo de trazer resultados satisfatórios e que ajudem a melhorar a autoestima da mulher. Com dedicação e trabalho se tornou uma profissional diferenciada e de referência na Grande Florianópolis. Atualmente conta com uma equipe altamente qualificada, que segue os métodos desenvolvidos, e que tem o propósito de proporcionar uma experiência de beleza única, com foco no resultando, respeitando sempre a individualidade de cada cliente.