Bombeiros catarinenses lançam grife reutilizando uniformes da corporação

50% do lucro do e-commerce será destinado às corporações voluntárias do país

Fotos: Divulgação

Um pedaço da coragem dos bombeiros, roupas de combate a incêndio e fragmentos dos equipamentos da corporação. Foi dessa união que surgiu a grife Heroyz, lançada pelo Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville e Instituto MOBI.

Os criadores apostam no upcycling utilizando recortes de tecidos de uniformes, EPIs e mangueiras de combate a incêndio para transformar em produtos com qualidade e design. O projeto é liderado por Eduardo Borba, cientista da criatividade, e Matheus Cadorin, executivo da Associação Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville.

A Heroyz traduz uma série de inovações, desde o modelo de negócio até o conceito de gestão, criação e produção. A marca surgiu da necessidade de gerar fonte alternativa de recursos para as corporações voluntárias do Brasil e, portanto, destina 50% do lucro para a manutenção de corporações em todo país.

— A Heroyz é uma inovação necessária. Não havia uma marca que representasse a atividade bombeiril, vista por todos como de muita credibilidade e confiança pela população — diz Borba.

— Da mesma forma não existe, ainda, um mecanismo socioeconômico que sustente essas estruturas de salvamento. Resolvemos criar, então, esta marca com conceito forte, que atenda a necessidade dos bombeiros e dos consumidores brasileiros.

“É, de fato, vestir uma causa”, diz Eduardo Borba (Foto: Divulgação)

Por enquanto a comercialização dos itens da grife Heroyz é feita exclusivamente por e-commerce. Para 2019 a marca pretende expandir o portfólio de produtos e distribuir no varejo.

— Nossa gestão preza pela eficiência e transparência. Porém, os custos operacionais são altos e há necessidade constante de renovação tecnológica e recertificação de pessoal
para acompanhar os avanços da sociedade e patrimônio – explica Cadorin. — Com frequência precisamos desencadear campanhas de doação e apoio. Agora, a Heroyz possibilita recursos recorrentes e com possibilidade de expansão

Parcerias

Na Heroyz, a criatividade vai além da concepção de peças e uso de materiais. O modelo de gestão se inspirou na própria corporação de bombeiros de Joinville, reconhecida pela gestão voluntária de empresários, custos enxutos e liderança comprometida com a causa. Com este princípio, encontrou na A2C o primeiro parceiro.

— Percebemos uma oportunidade real para a criação de uma marca e de produtos identificados com os bombeiros — diz Rodrigo Sensever, business developer da A2C.

— Fizemos um planejamento inicial e em alguns meses a ideia evoluiu, ganhou força e nasceu — completa.

Por acaso, o escritório da A2C está localizado em prédio ao lado da corporação e seus criativos convivem com o soar das sirenes dos veículos de emergência. No decorrer do processo, outros parceiros importantes se juntaram à marca, como a Beetêxtil, Kacio Lira Studio, Gas Models e a publicitária Ana Rosa Montagnoli.

100% Coragem

Além de peças com a reutilização dos uniformes, a grife aposta em uma linha “100% Coragem”. São produtos confeccionados inteiramente com roupas de bombeiros e que foram utilizadas no atendimento das ocorrências. Por serem únicas e conter alto valor agregado, as peças serão comercializada por meio de leilão. As primeiras criações desta linha de produtos serão conduzidas pela estilista Helena Ness.

Leia também:

Quem é o jovem estilista catarinense que apresentou coleção na São Paulo Fashion Week