“Muita vontade de chorar”, diz Bonner sobre cobertura do massacre em Suzano

Apresentador e editor-chefe do "Jornal Nacional" falou sobre emoção ao cobrir tragédia

No Twitter, William Bonner ressaltou que não costuma se manifestar sobre coberturas, mas que tragédia causou comoção. Foto: Reprodução / Globo

Jornalista acostumado a grandes coberturas, o apresentador William Bonner confessou sua emoção diante da tragédia na escola Professor Raul Brasil, na cidade de Suzano, em São Paulo, na quarta-feira (13), em que dois jovens entraram atirando e acabaram matando oito pessoas. Depois, suicidaram-se.

De acordo com o apresentador e editor-chefe do Jornal Nacional, na Globo, o noticiário sobre o massacre afetou os jornalistas envolvidos na apuração dos fatos. “Muita vontade de chorar, muitas vezes, ao longo de um dia tão triste”, confessou o apresentador no Twitter.

Bonner também deixou claro que não tem o costume de desabafar a respeito dos fatos que aborda durante o trabalho à frente do Jornal Nacional. “Não uso mais isso aqui. Mas, hoje, senti necessidade de compartilhar esse peso que também os jornalistas tivemos que suportar em nome do dever profissional. E pronto. Está dito”, escreveu.


Leia também: 

Acusado de agressão, ex-BBB Vanderson se compara a Paula e critica ‘seletividade’

Veja os detalhes do vestido de noiva de Natasha Dantas, que casou com William Bonner

Fátima Bernardes sobre separação de Bonner: “me colocaram na posição de vítima”