Boteco Zé Mané, em Florianópolis, aposta em pratos criativos e uma boa dose de humor

Coxinha de feijoada é um dos pratos que mais fazem sucesso no Boteco Zé Mané. Foto: Felipe Carneiro

“Boteco é igual à Caverna do Dragão, a gente tenta sair mas sempre acontece alguma coisa e acabamos ficando”. A frase escrita em um pequeno quadro negro faz parte da divertida decoração do Boteco Zé Mané, em Florianópolis, e dá uma ideia da proposta descontraída do bar. Instalado em um casarão histórico na Via Gastronômica de Coqueiros desde 2011, o Zé Mané ficou famoso pelas caipirinhas e pelos pratos que, além de resgatar a tradição dos botecos, também priorizam a culinária de base açoriana. Além do mais, foi um dos estabelecimentos que ajudaram a consolidar o charmoso bairro continental da Capital em um dos points mais interessantes para quem ama comer e beber.

O boteco nasceu do sonho de três amigas, Leila Pinheiro, Angela Monguilhott e a chef Isabel Hagemann. Logo chamou a atenção do público pelas criativas caipirinhas que serve até hoje em copos tipo americano de 450ml – vale experimentar a Caju Amigo, com sucos de limão e caju em calda, e a Onça Pintada, de bergamota com maracujá (a partir de R$ 21).

— O foco é resgatar pratos típicos e regionais e transformar em comida de boteco, como o varal de peixe escalado (R$ 33) e o bolinho de camarão na moranga com catupiry (R$ 15) — explica a chef Isabel.

A Chef Isabel Hagemann. Foto: Tiago Ghizoni

O petisco mais pedido da casa, por exemplo, é a coxinha de feijoada  (R$ 10), uma versão da tradicional coxinha de boteco, só que feita com a massa de feijão e recheada com as carnes típicas da feijoada e couve, servida com geleia de laranja.

Além da decoração divertida e cheia de brinquedos para os clientes levarem para a mesa, o cardápio também é bem-humorado, com expressões da cultura mané e referências pitorescas. O cachorro-quente, por exemplo, virou Bucica Quente (R$ 19), é feito de linguiça Blumenau e queijo serrano, e vem em uma cerâmica em forma de cachorro “salsichinha”. Já os salgadinhos fritos vêm em uma mini lixeira escrita “dia do lixo” (R$ 25).

Bucica Quente. Foto: Reprodução/Instagram

Boteco Zé Mané

Rua Desembargador Pedro Silva, 2360, Coqueiros, Florianópolis – (48) 3204-8652
Sócios do Clube têm 10% de desconto no valor total do consumo. A conta de um pedido com os quitutes e drinks mencionados na matéria, por exemplo, sairia por R$ 75. Já com o desconto do Clube NSC fica por R$ 67,50.

Leia mais:

Aprenda a fazer o Frosé, drink da moda que leva vinho rosé e muito gelo

Confira as novidades do Outback

Macarronada Bonassoli: autêntica cantina italiana em Blumenau