Torcedor de Florianópolis tatua a taça da Copa do Mundo durante jogo do Brasil

Em Florianópolis, o torcedor Lucas Aguiar eternizou o sonho do hexa na pele

Brasil
Lucas Aguiar exibe tattoo da taça. Fotos: Luiz Carreirão

É fato que o futebol desperta paixões. Mas quando o assunto é Copa do Mundo o sentimento pode ir muito além, seja pelo esporte, pelo clima do Mundial ou pela curtição mesmo. Para Lucas Aguiar, morador de Florianópolis, os três motivos foram decisivos para fazer sua primeira tatuagem enquanto assistia ao jogo do Brasil no Bud Basement, em Floripa.   

–  Aproveitei o clima festivo da Copa do Mundo para fazer a minha primeira tatuagem! Pedi um desenho da taça de campeão da Copa do Mundo porque curto muito essa vibe boa do futebol –  garante o torcedor.

Questionado sobre a possibilidade de a Seleção não levar o hexacampeonato, Lucas foi taxativo:

– Minha tattoo deu sorte hoje, afinal, o Brasil ganhou de 2 x 0 da Costa Rica. Então, estou confiante –  ressaltou.

Quando o assunto foi um possível arrependimento, ele já não foi tão incisivo.

–  Fiz por curtição, mas espero sinceramente que eu não me arrependa –  finalizou.

DJ mostra tatuagem do cachorrinho

Mas nem todas as tattoos feitas durante o evento foram por motivos de alegria. A DJ Aline Rocha aproveitou a ocasião para gravar na pele a memória do cachorrinho Salsinha, que faleceu na quinta-feira, 21.

–  Infelizmente perdi meu cãozinho ontem e estou bem triste. Mas resolvi transformar isso em uma recordação legal e assim que cheguei, aproveitei para fazer o desenho. Gostei bastante –  considerou.


Sextou! torcedores aproveitam folga no trabalho para curtir o segundo jogo do Brasil


Sexta-feira é sempre o dia mais aguardado. E se tem jogo do Brasil e a possibilidade de fazer festa desde às 9h da manhã, melhor ainda! Muita gente aproveitou o dia de folga, ou de horário reduzido no trabalho para curtir o dia com música, cerveja e muita diversão no Bud Basement.

A torcedora Camila Vitória

Entre as mais animadas estava a torcedora Camila Vitória:

–  Porque eu iria assistir ao jogo em casa se posso vir para um lugar astral, com música, cerveja e gente bacana? Essa ideia de que curtir festa é coisa para noite é um equívoco. Por mim, faço festa desde às 8h da manhã! – disse ela, que tirou o dia de folga para aproveitar sem estresse.

Os amigos Sharooz Ebrahimi, Eduarda Venturini e Diego Zanin curtiram o agito

Os amigos Sharooz Ebrahimi, Diego Zanin e Eduarda Venturini também foram atrás de agito para essa manhã.

–  Sextou! Temos futebol e cerveja! Para que mais? A gente já trabalhou de segunda a quinta-feira, está mais que bom! As sextas seriam mais felizes se fossem sempre assim –  afirmou Diego.

Cíntia Alban com a família e seu inseparável chimarrão

Na contramão da maioria, que estava com uma longneck na mão, a gaúcha Cíntia Alban, moradora de Florianópolis, ostentava uma cuia de chimarrão bem quente. Mas era apenas o começo.

–  Isso aqui é só para limpar a garganta! Eu vou tomar uma ceva daqui a pouco porque é bom a qualquer hora. Só não posso me passar porque daqui a pouco terei que trabalhar. Mas dar uma fugida para curtir esse clima alegre de Copa vale muito à pena –  encerrou.

Leia mais:

Torcida pelo Brasil, em Florianópolis, reúne torcedores de todas as idades

Confira a torcida das famosas para o jogo Brasil x Costa Rica

Ivete Sangalo posta foto das gêmeas, Helena e Marina, na torcida pelo Brasil