Bruno Astuto dá dicas de etiqueta nas redes sociais

Foto arquivo pessoal

O papo foi direto: quem precisa das redes sociais, ou melhor, para quem elas se tornaram um vício? Foi assim que Bruno Astuto começou o talk sobre etiqueta, dando dicas valiosas de como usar as redes sociais.

O editor-chefe da @elaoglobo, colunista de Vogue, GQ Brasil e do Mais Você, autor de In The Spirit Of Rio e dono de um perfil no Instagram com mais de 880 mil seguidores esteve no Balneário Trends, em Balneário Camboriú, na noite de sexta-feira, dia 22.

Depois de atender com muita simpatia a todos que queriam fazer fotos, conversou com exclusividade com a Revista Versar. Confira:

Você nos falou sobre um manual de etiqueta nas redes, até mesmo sobre como sair dos grupos de WhatsApp. O manual surgiu de experiências próprias? Como você é na internet?
Já saí de grupos também, mas eu tenho dificuldades em fazer isso. Eu até mudei um pouco a relação com a internet, eu era muito mais empolgado, agora acho o ambiente até um pouco hostil, mas gosto de me relacionar. O manual tem também um pouco de experiência pessoal, mas nunca sofri tanto com comentários na internet. Algumas pessoas passam por coisas muito ruins, eu não. Mas para não ver algumas coisas que façam outras pessoas sofrerem, tenho me afastado um pouco, tenho sido mais seletivo.

Como é o Bruno na moda? Em casa também é preocupado em seguir tendências, ou deixa o assunto para o trabalho?
Em casa eu tenho um marido estilista, edito duas revistas, sou editor contribuinte na Vogue há 11 anos… então a moda é minha vida, é trabalho, é interesse também. Eu me impressiono com a capacidade criativa dos estilistas, isso me fascina. Eu gosto muito de história, e a moda também faz parte dela.

São duas revistas, Vogue e Ela, Ana Maria Braga, livro… o que mais vem pela frente?
Não sei, acho que férias! (risos) Eu vejo uma porta de avião e vou entrando.

Para quem quer ser um digital influencer, que dica você poderia deixar?
Ter conteúdo. Acho que as pessoas precisam estudar, dividir com os seguidores coisas
inteligentes, interessantes, dar dicas de coisas preciosas, que possam de alguma maneira
ajudar e não ficar postando só a si mesmo. Mas eu amo as digitais influencers, algumas delas eu acompanho de perto. Antigamente a rua imitava as passarelas, hoje é ao contrário, as passarelas imitam a rua, e isso deve-se muito a esse ambiente digital que eu acho muito interessante. É um momento novo da moda e que a gente está acompanhando com muito prazer.

Durante o talk no Balneário Shopping. Foto Arquivo Pessoal

Confira algumas dicas sobre como agir nas redes sociais compartilhadas por Bruno Astuto no talk:

WhatsApp

  • Não dê só bom dia, continue a conversa.
  • Termine os seus parágrafos, não mande muitas frases soltas.
  • Mensagem de áudio, pode? Sim, mas saiba que a pessoa não vai ouvir na hora que você quer, muito menos responder.
  • Piada, corrente, candidato… deixe para conversas mais pessoais.
  • Mensagem de trabalho, só no horário de trabalho.
  • Votos de felicidade, pode? Depende! Se você é íntimo, ligue, encontre, seja íntimo.
  • Sair do grupo. Pode! Mas não adianta sair de madrugada para ninguém ver, todos vão perceber.

Facebook

  • Não poste mensagens pessoais, daquelas que se tornam indiretas.
  • Queixas, pessoas que só protestam, que não têm a acrescentar… deixe de seguir.

Instagram

  • Foto sensual: pense sempre em quem vai ver. Chefe, vó, ex e futuro namorado… o futuro fará a diferença.
  • Fotos desinteressantes: não tem nada para postar? Deixe para outro dia.
  • Bico de pato não emagrece, não é novo e não funciona.
  • Foto de grupo é foto de ninguém.
  • Foto no elevador: a luz do elevador revela aquilo que você gostaria de esconder, derruba qualquer look.
  • Ego, ego, ego… Só a pessoa interessa. Saiba dosar.
  • Foto bagaceira: bebeu, não poste, não use o celular.
  • Espírito de porco: não faça comentários se você não tem nada para acrescentar. Você não precisar reagir a nada, principalmente sem pensar e refletir.
  • Comida: quer postar foto de comida, dê alguma dica, receita, não precisa pedir um prato e logo jogar nas redes.
  • Vai viajar, seja criativo, esqueça a tal fotinho do passaporte.
Colunista da Revista Versar, Beto Barreiros, participa do programa Mais Você