Cachorro com câncer anda em balão e come cheeseburger

Após o diagnóstico, os donos criaram a lista como uma maneira de recordar os bons momentos ao lado do fiel amigo

Finn (esquerda) ao lado de seu
Foto: Instagram/reprodução

Comer cheeseburger, tomar sorvete, andar de balão e fazer caminhada ao nascer do sol aparentam ser desejos típicos de humanos. Mas essa lista são de alguns itens já cumpridos por Finn, um cachorro de Vermont (EUA) diagnosticado com câncer no mês de maio. As informações são da Folha de S.Paulo.

A lista com 50 itens foi feita pela dona, Cynthia Peterson. Ela e o marido perceberam que algo não estava bem quando notaram o aumento dos gânglios linfáticos de Finn, abaixo da mandíbula. Após o diagnóstico, eles criaram a lista como uma maneira de recordar os bons momentos ao lado do fiel amigo.

— Sabemos que o câncer vai assumir o controle. Estamos aproveitando todos os dias ao máximo agora, disse Cynthia à Folha.

Conforme a dona contou à reportagem, as atividades mais significativas são feitas ao ar livre e Finn prefere os itens que envolvem comida.

– Ele ama comida – reforça.

A história de Finn mobilizou toda a família. De acordo com a Folha, o casal pretende continuar as atividades após todos os itens serem completados, caso Finn ainda esteja bem.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

It’s the WEEKEND!!! Happy FriYAY!!

Uma publicação compartilhada por Finn & Yogi (@finnandyogi) em

Além da companhia dos donos, o cachorro tem a companhia de um irmãozinho canino, Yogi, adotado em 2017 por Cynthia e o marido.

A norte-americana reforçou que após o diagnóstico, encontrou outros donos de cachorros com o mesmo problema por meio da hashtag #caninecancerwarrior. Também foi criada conta no Instagram @Worldsgoodestdoggo. Momentos como esse a ajudaram a superar os momentos difíceis.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Finn is excited about his party. But mostly excited about pulled pork I think 🤣

Uma publicação compartilhada por Finn & Yogi (@finnandyogi) em

Leia também:

VÍDEO: menino de três anos se emociona ao tentar ser amigo de um cachorro