Conheça o cãozinho adotado pela equipe de seguranças da Volvo Ocean Race

Cãozinho faz sucesso entre público da Vila da Regata. Foto: Yasmine Holanda

Quem visitar a Vila da Regata, em Itajaí, provavelmente vai passar por um pequeno cão que parece uma mistura de “salsichinha” com vira-lata e fica saltitando para lá e para cá. É o P2, que foi adotado informalmente pelo coordenador de segurança do evento, Ilário José Furtado, e ganhou o carinho de toda a equipe.

Eles se encontraram há cerca de duas semanas, quando Ilário começou a trabalhar no local:

— Acho que foi abandonado. No primeiro dia ele estava amedrontado. Mas foi ganhando espaço. Brigou com um cachorro amarelo grande e o cachorro correu dele. Foi quando dei o nome e o adotei. P2, na área da segurança, significa policial que presta serviço fora do horário de trabalho — explica.

Segundo Ilário, o cãozinho se apegou a ele depois que ele passou a oferecer água e comida. O coordenador até tenta amarrar P2 para que ele não apronte tanto por aí, mas o espertinho se solta da corda.

— Ele me persegue no evento. Às vezes até fico meio constrangido daquele cachorrinho andando comigo. Mas as pessoas amam ele — assegura.

Foto: Yasmine Holanda

Ilário diz que, se P2 ainda estiver na Vila da Regata no final da Volvo Ocean Race e se mantiver fiel, ele vai levá-lo para casa. Só não o leva antes porque ele e a esposa trabalham fora o dia todo e o cão certamente fugiria e iria atrás do dono.

— Vou botar ele no meu futuro livro sobre segurança de grandes eventos — garante.

Leia mais:

Vire a maré contra o plástico: campanha com foco em sustentabilidade promove cuidado com os oceanos

Volvo Ocean Race: Curta o Vale do Itajaí pagando menos

Batemos um papo com o velejador catarinense Marcelo Gusmão