Confira 9 dicas para ter uma casa sustentável

Seja qual for o estilo da sua casa, é possível aliá-lo ao cuidado com o meio ambiente

casa sustentável
Foto: Mariana Boro/Divulgação

Se tem uma tendência que chegou para ficar na arquitetura e na decoração é a sustentabilidade. Seja qual for o estilo da sua casa, é possível aliá-lo ao cuidado com o meio ambiente e à preservação dos recursos cada vez mais finitos que dispomos na natureza.

De acordo com a arquiteta Cris Passing, que, neste ano, assina um espaço sustentável e integrado à natureza na Casa Cor Florianópolis, a Casa Grigio, ”chique, mesmo, é não desperdiçar”. Por isso, toda a economia de energia, de material, de combustível, de água e até de recursos humanos é bem-vinda em um projeto.

— Casa sustentável é respeito com a natureza, é evitar desperdício dos recursos, que são limitados, reutilizar tudo que for possível — explica.

A profissional dá nove dicas de como aliar estilo e sustentabilidade no projeto que você está montando para a construção da sua casa ou negócio:

1) Reutilize materiais

Sempre que possível, reutilize materiais na obra. Se usar madeira, por exemplo, prefira as de reflorestamento ou de demolição. O reaproveitamento de mobiliário antigo e restaurado também pode ficar muito bacana na decoração.

2) Dê preferência para matérias-primas locais

Ao escolher fornecedores locais de materiais para a construção e para a decoração, você evita o desperdício de combustível e facilita a logística. De quebra, dá aquela força par os empresários em volta da sua casa e ou do seu negócio, fazendo com que a economia local gire.

3) Preste atenção na posição solar

Ao projetar uma casa ou prédio, preste atenção na posição solar e projete os cômodos de acordo com isso. Por exemplo: se possível, projete os quartos para o leste, que é onde o sol nasce. Salas, para o norte, pois são espaços de convivência que tiram proveito dessa orientação solar que recebe a maior parte da insolação diária. Cômodos de uso rápido, como banheiros, garagem, depósitos podem estar para o Oeste, pois o sol é mais forte. Isso proporciona economia de energia.

4) Ventilação cruzada

Por falar em economia de energia, a ventilação cruzada também é muito importante para minimizar o uso de ventiladores e condicionadores de ar. Sem contar que a devida entrada de ar natural colabora para o bem-estar das pessoas, animais e plantas da casa.

5) Iluminação em LED

Em vez de usar lâmpadas tradicionais, prefira as de LED, que duram mais e gastam menos energia elétrica. Além disso, marcas que investem em design têm modelos lindos e estilosos com essa tecnologia.

6) Explore o terreno

Aproveitar ao máximo a vegetação e as peculiaridades do terreno integra o exterior e o interior da casa e economiza tempo e recursos humanos, além de dar estilo ao projeto. Por exemplo, um terreno com muito verde pode valorizar a vista e colaborar para a privacidade de alguns cômodos com paredes de vidro, o que dá a impressão de estar no meio do mato. Uma árvore antiga e ou uma pedra podem ser valorizados no projeto.

7) Aproveite a água da chuva e aqueça com o sol

Cisternas são ótimas opções para coletar a água da chuva, que pode ser usada para regar plantas, descarga e até para consumo, se tratada. Utilize sistemas de aquecimento solar e evite o uso de energia elétrica.

8) Invista para não gastar mais depois

Um profissional da área da arquitetura é quem vai garantir a qualidade do projeto e ajudá-lo a deixar a sua obra com a sua cara e o seu estilo. Lembre-se que a economia nesse quesito pode custar caro, seja por equívocos cometidos por quem não entende do assunto ou porque, apesar do alto investimento que se faz em uma construção, o resultado não ficar como esperado.

9) Mobiliário com selo

Ao comprar mobiliário e utilitários, prefira fabricantes que possuem selo de sustentabilidade. Antes de fechar a compra, pesquise as práticas da empresa: uma busca na internet já ajuda muito.