Sucesso no Youtube: cantoras catarinenses emplacam música em novela

Youtube
Youtube

Com suas vozes afinadas e uma dose extra de acidez, as irmãs e cantoras catarinenses Carol e Vitória Marcilio estão fazendo sucesso na Internet. O canal delas no Youtube soma 3,5 milhões de inscritos e os vídeos ultrapassam a marca de 200 milhões de visualizações. Os que fazem mais sucesso são os de canções em resposta a músicas de cunho machista, misógino ou que, de alguma forma, depreciam as mulheres. A iniciativa rendeu a elas o título de Embaixadoras Globais do Instituto Avon na luta contra todo tipo de violência contra a mulher.

Leia mais:

Confira a agenda deste final de semana em Santa Catarina

8 dicas para utilizar as redes sociais de forma profissional

Após três anos cantando covers, as meninas começam a alçar voos mais altos. Nesta sexta-feira, 23, elas lançam o clipe do single Mais Que Um Verão, trabalho autoral da dupla. A música, recém-lancada, fará parte da trilha sonora da nova novela do SBT, As Aventuras de Poliana, que será estrelada por Larissa Manoela, Flávia Pavanelli e João Guilherme. A trama tem previsão para estrear este semestre. Confira a entrevista com as irmãs:

Apresentem-se, por favor…
Carol – Meu nome é Carolina Marcilio. Tenho 18 anos, nasci em Florianópolis, mas atualmente moro em São José, com minha irmã e a nossa mãe.
Vitória – Eu sou Vitória Marcilio e tenho 17 anos.

Como e desde quando a música entrou na vida de cada uma?
Carol – Canto desde sempre! Quando éramos pequenas, gostávamos muito de Sandy e Júnior. Cantávamos todas as músicas imaginando que éramos nós duas no show, então, sempre tivemos essa veia musical. E nossa mãe sempre apoiou muito.
Vitória – A música na minha vida sempre foi presente. Comecei a fazer aula de violão aos seis anos de idade. Estudei por três meses e o resto aprendi sozinha, na Internet.

 

Desde quando cantam juntas?
Carol – Começamos a cantar juntas fazendo os vídeos do Youtube. No início o canal era só da Vitória e eu participava eventualmente. Mas notamos que os vídeos em que aparecíamos juntas rendiam mais visualizações e curtidas, então, transformamos em um canal da dupla.
Vitória – Enquanto eu aparecia sozinha, o canal tinha 100 mil inscritos. Depois que começamos a gravar juntas, alcançamos um milhão de inscritos.

 

Quais são suas referências musicais?
Carol – Sou muito eclética, curto um pouco de todos os gêneros. Mas acho que tenho como referência de artista completa a Anitta.
Vitória – Eu gosto muito de MPB e Folk. Entre os meus artistas e bandas internacionais preferidos estão Paramore e The Lumineers. Dos nacionais, escuto bastante Tiago Iorc, Cícero, Anavitoria e Os Arrais.

 

Como surgiu a ideia de gravar vídeos e jogar no Youtube?
Carol – Começamos por ser uma paixão. Mas nunca pensei que isso se tornaria um trabalho. Ainda é meio surreal pra gente viver tudo isso. Parecia tão distante da nossa realidade…
Vitória – Foi uma ideia bem despretensiosa. O pessoal do nosso antigo colégio pegava no nosso pé pra gravar e lançar vídeos pra eles mostrarem aos outros amigos e família… Foi tudo muito natural e orgânico, ninguém famoso nunca nos divulgou, nem pagamos pro nosso vídeo ser patrocinado… foi de like em like que chegamos nos quase 3,5 milhões de inscritos no canal.
Carol (dir.) e Vitória (esq.) são cantoras e youtubers. (Foto: Arquivo Pessoal)
 Vocês começaram com covers. Qual é a sensação de agora lançar uma canção autoral?
 Carol – A sensação é meio louca, maravilhosa! Lembro de quando a gente compôs as primeiras músicas no chão da sala de casa e ficávamos imaginando se eram realmente boas, se as pessoas iriam gostar e se identificar com as nossas experiências. Então, ver tudo se concretizando é emocionante e motivador.
Vitória – Nossa vontade sempre foi lançar músicas autorais. Já tínhamos muitas antes mesmo de criar um canal nas redes sociais. Estamos satisfeitas com o EP que lançamos recentemente e apostamos em cada single.

 

Como é o processo de criar músicas?
Carol – Eu escrevo o que eu vivo. Você nunca vai ver uma composição assinada por mim sem ela ser 100% verdade na minha vida. Acho que assim consigo transmitir a quem estiver escutando a energia e a sensação de um momento que vivi.
Vitória – É uma coisa natural. Eu curto escrever em meus picos de emoções, quanto estou muito feliz ou muito triste. Nesses momentos sempre sai música boa.

 

Como foi o processo de emplacar uma canção em uma novela?
Carol – Quando recebemos a notícia ficamos muito felizes! Acho que a música Mais que um Verão terá tudo a ver com a novela. Muitos jovens vão se identificar com a letra que é superfofa e fala de um amor de verão que durou todas as estações do ano.
Vitória – Quando nós descobrimos foi um choque! Ter uma música na novela é algo muito importante e significativo!
 

 

Os vídeos ‘respostas’ que vocês gravaram e postaram no Youtube que denunciam letras machistas e misóginas são os que mais bombam na Internet. Por que vocês sentem necessidade de abordar esses temas?
Carol – Nossa mãe sempre nos ensinou a “ser a diferença que queremos no mundo” e eu espero que a minha geração caminhe rumo a um futuro sem preconceito, onde reine a igualdade e o respeito para com o próximo. Por isso, vimos nas “respostas” uma forma de opinar em canções em que nós, mulheres, não somos representadas com dignidade.
Vitória – Não podemos calar a nossa voz. Usamos a nossa influência na Internet pra dar voz àquelas que se sentem ofendidas ouvindo essas músicas. É um ato de representatividade para as meninas olharem, se identificarem e não se sentirem sós nessa luta.

 

Quais são os planos para o futuro?
Carol –  Queremos dar um enfoque especial ao nosso trabalho autoral. O sonho sempre foi cantar nos palcos, fazer shows e sentir a energia da galera de pertinho! Vamos continuar com o trabalho das versões no YouTube, mas nossa atenção especial será voltada à carreira autoral.
Vitória – Viajar o Brasil inteiro fazendo shows e claro, sermos felizes.