Veja receitas de dois pratos, drink e sobremesa para a ceia de Natal

Pato, bacalhau, sidra e rabanada. Quem resiste?

Pato Celebre
Foto: Villa Germânia/Divulgação

Na Europa, o pato é a ave que está presente nas mesas na maioria dos países na ceia de Natal. No Brasil, já é possível encontrar esta novidade nos supermercados, recheada com nozes, maçãs e uvas passas, prontos para assar e com todas as indicações de como fazer. Sua carne é saborosa e diferente. Depois de pronto, decore com maçãs cozidas, cerejas, passas, nozes, castanhas e sirva. Um dos melhores é produzido pela Villa Germânia, em Blumenau, que trouxe da França a genética para produzir o Pato Celebre no Brasil, com alimentação com ingredientes naturais. Ele é prático e ótimo para a ceia do Natal. É só assar e degustar.

Bacalhau com todos

Bacalhau com todos
Foto: Isabel C. Moreira/Divulgação

Além da ave, você também pode fazer lombo de bacalhau cozido junto com cenoura, couve e ovos, que em Portugal tem o nome de “bacalhau com todos”. Diferentemente das aves, este peixe tem suas origens vinculadas à Igreja Católica. Como tradição, os católicos não costumam comer carne vermelha em datas religiosas. Sabemos disso por causa da Páscoa, mas para o Natal a premissa é a mesma. Curioso, não?

Sidra, a tradição para brindar na ceia

Sidra
Foto: Jony Vieira/Divulgação

Quem não lembra de uma boa sidra servida na ceia de Natal? Esta bebida doce ainda faz sucesso nas mesas tradicionais. A bebida borbulhante é preparada com maçã e tem entre os seus maiores consumidores e produtores a França e Inglaterra. É bastante popular no Brasil também, onde seu preço é bem acessível a todos.

Drink com sidra

Ingredientes e modo de preparo:

1 garrafa de Sidra

150g de frutas vermelhas silvestres

100g de maçã

100g de morangos

500ml de suco de laranja

100g de pêssegos

10 folhinhas de hortelã

2 paus de canela

Açúcar

Após lavar e cortar as frutas em cubinhos com ou sem a casca, coloque em uma jarra e em seguida adicione devagar o espumante de sidra e o suco de laranja. Com cuidado, adicione o açúcar e mexa bem. Em seguida, coloque os paus de canela e a hortelã. Finalize colocando bastante de gelo e coloque na geladeira meia hora antes de servir.

Fatia dourada de forno

Rabanada
Foto: Priscilla Coli/Divulgação

A fatia dourada, ou rabanada, faz parte das tradições. Em Portugal ela é presença certa no final da ceia de Matal. Esta receita feita no forno para ficar mais saudável ajudará a relembrar a infância, quando a fatia dourada da vovó fazia a festa da família.

Ingredientes e modo de preparo (para oito pessoas)

4 pães de trigo amanhecidos cortados em fatias

1 xícara de açúcar refinado

2 colheres de sopa de canela

2 ovos

1 lata de leite condensado

1 copo de leite

Manteiga

Bata os ovos com o leite e o leite condensado e reserve. Unte uma assadeira com a manteiga e coloque as fatias de pão. Em seguida, passe manteiga na parte de cima das fatias. Salpique metade da canela sobre os pães e despeje a mistura de leite, ovos e o leite condensado. Finalize polvilhando todo o açúcar sobre o creme e o restante da canela. Leve ao forno pré-aquecido a 180°C por 30 minutos e sirva.

À mesa com Monet – sugestão de presente para gourmets

O livro tem uma edição primorosa, honrando o nome do magnífico pintor francês. Claude Monet não cozinhava, mas adorava receber amigos para refeições inesquecíveis para as quais dava palpite no acabamento dos pratos e na decoração do ambiente. A historiadora Claire Joyes mergulhou nos cadernos de receitas do pintor e montou um relato precioso de seu estilo de vida. Nos seus banquetes, entre os seus convidados, estavam artistas renomados como Renoir e Cézanne. Todas as receitas foram adaptadas pelo chef Joel Robuchon, o melhor do mundo do século passado, para você fazer em casa.

Leia mais colunas de Beto Barreiros