Cia. Experimentus promove evento com temas relacionados a minorias em Itajaí

Programação ocorre de 18 a 21 de junho e é acessível para pessoas com deficiências

Cena de "Meu Pai é um Homem Pássaro". Foto: Zé Paiva/Divulgação

Temas relacionados às minorias são pautas de uma programação cultural entre 18 e 21 de junho em Itajaí. Em tempos de crescente intolerância, a Cia. Experimentus promove o evento Margens para refletir sobre os processos de inclusão e luta por direitos. Todas as atividades serão gratuitas e realizadas no SESC da cidade, e serão acessíveis a pessoas com mobilidade reduzida, cadeirantes e surdos. A programação completa está disponível no site www.experimentus.com.br.

As atrações estão divididas em três eixos principais: Cidadania LGBTI: Conquistas e perspectivas; Presença e vulnerabilidade das mulheres; e Acessibilidade cultural para pessoas com deficiência. Fundada há 19 anos em Itajaí, a companhia vai trabalhar essas temáticas a partir da apresentação de espetáculos do próprio repertório, da exibição de um curta-metragem e de rodas de conversa com especialistas de diversas cidades de Santa Catarina e São Paulo.

— O projeto vem de encontro a este momento turbulento que estamos vivendo, e fatalmente sentimos necessidade de falar sobre isto tudo. Há uma série de comunidades lutando por seus direitos e à medida que estes direitos são conquistados a gente percebe uma reação violenta a esses avanços, uma inversão de valores que é assustadora — diz Daniel Olivetto, integrante da companhia.

Saiba mais sobre a programação:

“Dois Amores e um Bicho”. Foto: Zé Paiva/Divulgação

Cidadania LGBTI: conquistas e perspectivas

O lançamento do projeto acontece na segunda-feira (18), às 18h, com um café de abertura e apresentação do espetáculo Dois Amores e um Bicho, às 19h. A obra discute a intolerância e a violência nos dias atuais a partir de um incidente em que um pai de família mata um cachorro a pontapés por achar que o bicho era homossexual.

Logo após o espetáculo, às 20h15, haverá uma roda de conversa com a presença da ativista Lirous K’yo Fonseca Ávila, presidente da Associação em Defesa dos Direitos Humanos com Enfoque na Sexualidade, e o ator Renato Turnes, que se dedica ao teatro e ao cinema contemplando em seus projetos diversas temáticas ligadas à comunidade LGBTI.

As discussões continuam na terça-feira, com a exibição do curta-metragem Os Sapatos de Aristeu (2008), de René Guerra, às 9h. Na sequência, acontece uma segunda roda de conversa com a presença de Marco Otávio Cachel, advogado militante e vice-presidente do Conselho da Diversidade Sexual e Gênero da OAB de Itajaí, e William Paranhos, Especialista em Estudos de Gênero pela UFSC, e Vice-Presidente do Instituto Semear Diversidade.

Presença e vulnerabilidade das mulheres

O segundo eixo do projeto ocorre na quarta-feira (20), com a apresentação do espetáculo Luisa às 19h. A obra mostra a figura romantizada de uma mulher que espera durante mais de uma década pelo retorno daquele que seria o grande amor de sua vida. A mesa de debate começa às 20h com a presença de Marisa Naspolini, atriz, professora e pesquisadora que possui uma vasta pesquisa sobre o feminino na arte, e da professora e pesquisadora Micheline Ramos, doutora em antropologia com pesquisa direcionada a mulheres e violências na metrópole contemporânea.

Acessibilidade cultural para pessoas com deficiência

No último dia de Margens (21), será apresentado o espetáculo Meu Pai é um Homem Pássaro, que conta a história de um homem que, após perder a esposa, começa a arquitetar um mirabolante plano de voo. A peça começa às 14h30 e a roda de conversa terá a presença de Marcia Caspary, tradutora e pesquisadora que se dedica à audiodescrição para pessoas cegas e com baixa visão, e do produtor QiahSalla, que pesquisa estratégias de acessibilidade cultural para pessoas com deficiência. Neste dia, além da interpretação em LIBRAS que estará presente também em toda a programação do projeto, será oferecido o serviço de audiodescrição durante a sessão, com roteiro e narração de Marcia Caspary.

Agende-se
Projeto Margens
Quando: 18 a 21 de junho
Onde: Sesc Itajaí (Rua Alm. Tamandaré, 259, Centro, Itajaí)
Quanto: Entrada gratuita

Leia mais:

Camerata Florianópolis estreia ópera-rock Frankenstein na Capital