Cinco cuidados básicos para manter os pés lindos e saudáveis no verão

Foto: Unsplash

*Por Rafaella Fraga

Não é só a pele do rosto e do corpo e os cabelos que precisam de cuidados intensificados no verão. Além do fator estético, cuidar dos pés é fundamental para sua saúde.

Nos dias quentes, abusamos das rasteirinhas, sandálias e calçados que deixam os pés expostos ao calor e umidade. Isso pode provocar ressecamento, rachaduras e até mesmo doenças.

–  O pé mais exposto fica sujeito a descamações e engrossamento na tentativa de se defender do atrito com o chão. Além disso, o aumento da umidade, o ressecamento pelo cloro da piscina e os microtraumatismos causados por andar descalço aumentam o risco de termos pequenas aberturas na pele, que levam a contaminação por fungos, bactérias e vírus que causam infecções – diz a médica Ana Paula Manzoni, diretora da seccional gaúcha da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Consultamos a dermatologista e também as especialistas Marilei Bugs e Carla Martins, e separamos cinco dicas para você cuidar melhor dos seus pés e evitar desconfortos neste verão:

Hidratação diária

Os pés costumam ficar ressecados por inúmeros motivos. As laterais e calcanhares sofrem mais. Para prevenir, a dermatologista indica uma hidratação diária com cremes, loções e géis à base de ureia, substância que deixa a pele mais maleável e resistente. Depois do banho, antes de dormir, é um bom momento para se dedicar ao ritual. Se necessário, os hidratantes podem ser reaplicados pela manhã.

Cuidado com a lixa

Segundo Carla, o uso excessivo da lixa e, muitas vezes, sem necessidade pode ferir a pele, deixando-a sensível ao caminhar.

– Quem não tem calosidade, não há necessidade de lixar. Se a pessoa tem a pele mais ressecada, recomendamos a esfoliação e depois uma hidratação. Já nos casos de calos e calosidades plantares, o ideal é procurar um podólogo para remoção, lixamento e hidratação profunda.

Lave bem e seque mais ainda

Suar é bem normal nessa época do ano, mas a umidade nos pés pode lhe causar problemas sérios. No banho, lave-os bem com água corrente e sabonete de pH neutro. Não esqueça de secá-los mais ainda, principalmente na região entre os dedos. Após aquele mergulho na piscina, o cuidado deve ser redobrado. Cuide também com o chão onde pisa.

– Recomenda-se o uso de chinelos na hora da ducha. Já a água do mar possui propriedades antissépticas, nutritivas e hidratantes que beneficiam a pele –  explica Marilei.

Opte por sapatos abertos

Calçados mais fechados aumentam o calor e a umidade local, fatores que favorecem a contaminação de micoses, causadas por fungos. A dica é evitar sapatos apertados e alternar o uso dos mesmos. Se usar meias, prefira as que não são de tecido sintético.

Atenção às unhas

As micoses também podem atingir as unhas. Retirar o esmalte um ou dois dias antes da próxima esmaltação é importante para a recuperação delas. Evite retirar as cutículas e tenha sempre seu próprio kit com alicate e tesoura.

 

Leia também:
Saiba como cuidar corretamente de biquínis e maiôs após o uso