Conheça cinco destinos turísticos onde o real vale mais do que a moeda local

Países são opções para quem quer viajar, mas deseja fugir do alto preço do dólar americano

Chile
Foto: Chile Travel / Divulgação

Temos vivido em uma época em que as alterações da cotação do dólar são constantes. Isso acaba dificultando a vida de quem está planejando fazer viagens internacionais, principalmente para quem quer ir aos Estados Unidos.

Mas calma, nem tudo está perdido. A boa notícia é que ainda há destinos onde o real vale mais que a moeda local, você só precisar trocar o destino da viagem, o que pode ser uma boa oportunidade para conhecer lugares e pessoas novas.

— Esse aumento do dólar sempre impacta quem está programando uma viagem para o Exterior, obviamente de forma mais forte para os Estados Unidos e Europa. Contudo, as pessoas devem ter em mente outras opções neste momento. Não é preciso, necessariamente, cancelar os planos de conhecer outro país, basta mudar o roteiro e, para isso, as alternativas são muitas — sugere Juliana Vital, diretora geral do Voopter, aplicativo brasileiro de comparação de preços de passagens áreas e promoções.

Confira cinco destinos indicados pelo Voopter para quem quer fugir da alta da cotação da moeda americana.

Buenos Aires – Argentina 

Travel Buenos Aires / Divulgação
Travel Buenos Aires / Divulgação

Cotação: R$ 1 = 7,45 pesos argentinos

Que a capital argentina é um dos destinos mais queridos pelos brasileiros, tanto pela proximidade com o nosso país quanto pela facilidade para a comunicação, usando o bom e velho “portunhol”.

Mas para aqueles que estão em dúvida para onde viajar, vale dizer que a cidade tem muitas atrações e merece uma visita. Locais como a Casa Rosada, o Teatro Colón e a Catedral Metropolitana merecem uma visita, principalmente considerando a parte histórica de cada um.

Outras cidades argentinas também são uma boa pedida. Porto Alegre ganhou dois novos voos diretos para o país vizinho recentemente: para Rosário e Córdoba.

Joanesburgo – África do Sul 

Emerson Souza / Agencia RBS
Músicos tocam em uma feira de artesanato em Joanesburgo, África do Sul. Foto: Emerson Souza 

 Cotação: R$ 1 = 3,49 rands sul-africanos

O povo da África do Sul é conhecido por sua receptividade e simpatia, e só ficou ainda mais evidente após a Copa do Mundo em 2010. Em Joanesburgo, as atrações não são poucas, incluem, inclusive o Museu do Apartheid, repleto de história, fotos, texto e objetos que retratam o período.

Cidade do México – México 

Ver Descrição / Agencia RBS
Ver Descrição / Agencia RBS

Cotação: R$ 1 = 4,62 pesos mexicanos

Além de ser a principal porta de entrada do México, a capital ainda recebe o título de uma das mais cosmopolitas do continente. Para entrar, os brasileiros não precisam de visto, o que já facilita a viagem. Lá, você vai poder visitar o Museu Nacional de História e a casa de Frida Kahlo, que agora é um lindo museu.

A gastronomia também pode ser um fator importante a ser considerado na hora da escolha do destino. Você ainda pode desembarcar na Cidade do México e explorar a parte histórica do país ou visitar as praias, como Cancún, Riviera Nayarit, Puerto Vallarta ou Playa del Carmen, por exemplo.

Montevidéu – Uruguai

Bruno Alencastro / Agencia RBS
Bruno Alencastro / Agencia RBS

 Cotação: R$ 1 = 7,82 pesos uruguaios

Segurança e infraestrutura têm atraído os visitantes brasileiros ao país. Sem mencionar o fato que o custo das passagens áreas são bem acessíveis. A capital do Uruguai possui ares europeus combinados com a tranquilidade do interior. Além disso, é impossível não se apaixonar pelos casarões coloniais, praças e parques localizados no Centro Histórico.

Além disso, você pode aproveitar para fazer uma road trip até lá, passando por outros destinos do Rio Grande do Sul e do Uruguai.

Santiago do Chile – Chile

Chile Travel / Divulgação
Chile Travel / Divulgação

 Cotação: R$ 1 = 163 pesos chilenos

Santiago é uma metrópole moderna, charmosa e oferece várias opções de lazer para viajante nenhum colocar defeito. Praças, parques e museus são algumas das opções. Outra visita obrigatória é o Mercado Central. Um lugar fantástico e que cai bem em qualquer época do ano. É lá que estão algumas das melhores centollas (caranguejo gigante) do Chile. Se tiver tempo não deixe de visitar as vinícolas, algumas contam com guias em português.

Você pode esticar a viagem para o interior do país, que tem muitas ótimas atrações, como o turismo astronômico e as famosas vinícolas.

Leia também: 

Conheça Maurício, um dos arquipélagos mais cobiçados do planeta

Tapete de flores gigante encanta visitantes em Bruxelas, na Bélgica

Conheça destinos perfeitos para viajar no inverno