Clássica ópera rock da banda britânica The Who será apresentada em Florianópolis

"Tommy", a história de um menino surdo, mudo e cego, vítima de diferentes violências, virou um disco duplo em 1969 e, mais tarde, foi adaptada para o cinema

Cena do espetáculo que chega no dia 20 de março à Capital catarinense (Foto: Divulgação)

Todo fã de rock’n roll já ouviu falar do clássico trabalho Tommy, da banda britânica The Who. A ópera rock que conta a história de um menino surdo, mudo e cego, vítima de diferentes violências, virou um disco duplo em 1969 e, mais tarde, foi adaptada para o cinema. Agora, nos palcos, ela viaja o mundo em forma de espetáculo ao vivo. A turnê na América do Sul passa por Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo e, no dia 20 de março, chega a Florianópolis.

O show reúne todos os personagens do filme, mesclando músicos, vocalistas e atores profissionais reconhecidos no cenário mundial. O espetáculo conta com recursos como projeções e iluminação especial para recontar a história.

A primeira metade do concerto se baseia no lendário show da banda realizado em 1989, apresentando a obra completa do Who’s Tommy Live, com vocalistas e convidados especiais. Depois de um intervalo, a segunda metade do show se transforma em uma apresentação de rock com músicas do álbum Lifehouse Chronicles. Esta foi uma ópera rock inacabada de Pete Townshend, que mais tarde se tornou o álbum Who’s Next, incluindo sucessos como Behind Blue Eyes, Baba O’Riley, Song is Over e Won’t Get Fooled Again.

O espetáculo é dirigido por Alan Veste que, nesta entrevista, fala sobre a adaptação para o teatro de uma obra que, neste ano, completa 50 anos.

Como foi feita a adaptação para teatro de Tommy? O que vamos ver no show?

Você verá uma adaptação completa do filme de Ken Russell de 1975, Tommy by The Who. Todos os personagens do filme serão retratados no palco.

Quais recursos do disco e do filme foram usados no show? A ópera rock apresenta a história em sua totalidade?

A ópera rock é apresentada na sua totalidade a partir do filme, com todas as faixas incluídas.

Você é fã de The Who? Como é dirigir esta ópera rock?

Sim, eu sou fã e gostei muito de dirigir e adaptar esse show. Tem sido um trabalho muito difícil.

Tommy é um trabalho complexo de Pete Townshend, que tem um personagem central com deficiências e que sofreu violência. Que dificuldades você encontrou ao contar esta história?

As principais dificuldades têm sido injetar o medo e o bloqueio no personagem principal e também apresentar isso ao público, o que é feito brilhantemente.

Como você define o personagem Tommy?

Tommy era uma criança abusada e se isolou no mundo. Ele então se torna uma grande celebridade com um complexo messiânico. Mais tarde, é derrubado pelas pessoas que o adoravam.

Você já esteve em Santa Catarina antes?

Esta é a minha primeira vez para Santa Catarina. Estou realmente ansioso por isso.

Serviço

The Who’s – Tommy

Quando: 20 de março, 21h

Onde: Teatro Ademir Rosa – CIC (Avenida Governador Irineu Bornhausen, 5.600, Agronômica, Florianópolis)

Quanto: A partir de R$ 270. Desconto de R$ 30 para sócio do Clube NSC na compra do ingresso antecipado no site Disk Ingressos.

Para ser sócio do Clube NSC, você precisa assinar um dos jornais DC, Santa ou AN em Loja NSC. Com planos a partir de R$ 9,90 por mês, você tem acesso a todo o conteúdo de notícias e tem direito a utilizar os descontos do Clube em festas, shows, restaurantes, cinema, educação, serviços e muito mais. Baixe o novo app do Clube NSC e faça além do que imagina. 
Leia também:

Camerata Florianópolis faz abertura oficial da temporada de concertos