Claudia Leitte diz que “historicamente a mulher veio da costela de Adão” e é atacada na web

Claudia Leitte foi uma das convidadas no “Encontro com Fátima Bernardes” desta segunda-feira (26) e fez uma declaração que rendeu muitos comentários na internet. A cantora afirmou que “historicamente a mulher vem da costela de Adão” e que, por esse motivo, tem mais tendência a trabalhar com suporte e apoio.

A discussão no programa falava das profissões da atualidade – quais são mais escolhidas por homens e quais por mulheres – e representatividade feminina. Ao formular a sua contribuição ao assunto ela causou indignação em quem estava assistindo ao programa:

– Geneticamente, a gente não é, como mulher, relacionada mais ao trabalho braçal, à força bruta, ao aspecto físico, a gente não é mais sensível? Estou desenvolvendo a pergunta agora na minha cabeça, estou pensando sobre isso. Historicamente, a gente veio da costela de Adão, mas a costela de Adão protege os órgãos, a costela sustenta a gente. Então é uma função que não desmerece a gente, muito pelo contrário, coloca a gente em uma função que suporta e apoia. A gente não é mais sensível? Os hormônios não fazem a gente ficar mais sensível? O homem não tem TPM, a gente tem uma estrutura que fazem com que o corpo… Sei lá, você entendeu mais ou menos? – disse a artista.

Apesar de Claudia seguir no programa fazendo comentários positivos sobre as mulheres,  dizendo que apoia a militância e reconhecendo o espaço que elas passaram a ocupar, a relação que fez com a passagem Bíblica protagonizada por Adão e Eva foi mal recebida na internet.


Nas redes sociais, Claudia foi criticada pela declaração:

 

 

 

 

 

 

Leia mais:

Sucesso no Youtube: cantoras catarinenses emplacam música em novela

Monalysa Alcântara: negra, nordestina, empoderada e miss

Lucca Koch: famosas arrasam na tendência da lingerie à mostra. Veja algumas dicas para você adotar essa moda