Cogumelos, brócolis e frutos do mar são a base para receitas saborosas; confira

Polenta com cogumelos. (Foto: Arquivo pessoal)

Nestes tempos de reclusão involuntária, temos que colocar a imaginação para funcionar para manter a família feliz. Segue alguns sugestões de receitas para surpreender em casa.

Polenta com cogumelos

A polenta com molho de cogumelos, é uma combinação perfeita. Nela, utilizei cogumelos shimeji, que é o mais consumido na China por ser muito nutritivo, fonte de fibras minerais, vitaminas e proteínas. Tente fazer em casa.

Ingredientes polenta:

  • 2 xícaras de chá de fubá ou sêmola de milho
  • 1,5 litros de água
  • 3 colheres de sopa de manteiga
  • 6 colheres de sopa de queijo parmesão ralado
  • sal e pimenta do reino a gosto

Modo de preparo:

Utilizando uma panela grande, coloque a água e leve ao fogo médio. Quando a água ferver, adicione o sal e a sêmola de milho aos poucos, mexendo com um batedor de arame. Deixe cozinhar por cerca de 30 minutos, mexendo com uma colher de pau. Quando a polenta se desprender da panela, está pronta. Adicione o queijo parmesão e a manteiga e misture bem. Coloque na sua travessa preferida e após o molho sobre ela como fiz na minha que está na foto.

Ingredientes molho: 

  • 3 xícaras de chá de cogumelos shimeji
  • 100 g de mini tomates
  • 3 colheres de sopa de manteiga
  • 100 ml de vinho branco seco
  • meia cebola picada
  • 2 dentes de alho
  • Salsinha picada
  • Sal e pimenta do reino a gosto

Modo de preparo:

Limpe os cogumelos com um pano úmido ou com papel toalha e reserve. Utilizando uma frigideira em fogo médio, coloque a manteiga. Quando derreter, adicione a cebola e o alho e refogue tudo por 3 minutos. Acrescente os cogumelos, aumente o fogo,  coloque os tomatinhos e depois de 1 minuto, o vinho branco.  Quando o vinho evaporar um pouco, salgue o molho, coloque a pimenta do reino moída na hora, misture tudo e deixe cozinhar por 5 minutos. Desligue o fogo e após salpique a salsinha sobre o molho. Distribua o molho sobre a polenta como está na foto. Está pronta para servir. Rende 4 porções.

Arroz de brócolis

(Foto: Lylia Diogenes)

O arroz de brócolis é uma receita criada no Brasil, preparada com arroz agulha, ou agulhinha, brócolis, cebola, alho, óleo vegetal ou azeite de oliva e sal. Esta receita provavelmente surgiu no século XIX, quando os italianos trouxeram o brócolis para o continente americano. Quando tiver finalizado a receita, o arroz de brócolis produz um arroz levemente esverdeado, com um sabor sutil de brócolis e alho.

Ingredientes:

  • 250 g de brócolis
  • 200 g de arroz agulha (1 xícara)
  • 50 g de cebola picada (1 cebola pequena)
  • 1 dente de alho picado
  • 3 colheres de sopa de azeite de oliva
  • 400 g de água

Modo de preparo:

  • Corte o brócolis, separando o talo e os floretes. Em seguida, coloque-os em um escorredor, lave-os em água corrente e espere que o excesso de água escorra. Reserve os talos. Fatie os floretes em fatias finas e em seguida pique em pedaços de 2 cm.
  • Limpe os talos, retirando a parte externa do talo principal que é muito fibrosa. Após, bata os talos no liquidificador com um pouco de água quente, até que se forme um sumo. Feche bem a tampa do liquidificador, pois o vapor gerado pela água quente pode abri-la.
  • Antes de cozinhar o arroz, verifique as instruções de cozimento na embalagem. Normalmente a proporção é  de 1 xícara de arroz para 2 xícaras de água.
  • Em uma panela média, aqueça o azeite de oliva ou óleo vegetal em fogo médio. Em seguida, adicione a cebola e refogue até que a cebola fique macia. Coloque o alho até ele ficar levemente dourado e após os floretes de brócolis e frite até que o brócolis  fique levemente dourado. Após, adicione o arroz e frite até que as extremidades estejam levemente translúcidas. Coloque o sumo dos talos, tampe a panela e cozinhe até 12 minutos

Dica importante: Quando terminar o cozimento do arroz, abra a tampa e coloque duas folhas de papel toalha entre a tampa e a panela e deixe repousar por 5 minutos antes de servir. Rende 4 porções.

Ostras e mariscos – um prato versátil

Foto: Arquivo Pessoal

Este prato serve como aperitivo, entrada ou o prato principal de uma refeição. Cozinhei as ostras e os mariscos no vapor, depois de abrir, montei as conchas com uma ou duas unidades de ostras e fiz o mesmo com os mariscos, colocando um de cada cor na sua própria casca. Depois, para dar um toque diferente de sabores, coloquei alternadamente sobre eles, um pouquinho de geleia de menta, geleia de frutas vermelhas, mostarda com mel, azeite com limão siciliano e um pouco de pimenta do reino moída na hora. Fácil de preparar, bonito de apresentar e saboroso.

Salada atraente

Em casa, no almoço ou no jantar, sempre tem uma salada na mesa. Me preocupo em torna-la atraente, principalmente por ter criança em casa e desde cedo criar o hábito saudável que deve seguir pela vida toda. É muito fácil de preparar e a criatividade com as opções são enormes.

Nesta salada, utilizei endívias roxas frescas, cenouras cozidas, abóbora cabotiá cozida, cebola roxa cozida, chuchu cozido, brócolis cozido, couve flor cozida e mini tomates frescos. Fiz o cozimento individual de cada um dos ingredientes na mesma água, retirei com uma escumadeira e reservei e no final, utilizei o caldo para fazer o arroz que ficou muito saboroso.  Coloquei sobre a mesa opções de azeite de oliva extra virgem, com manjericão, com tomilho, de limão e vinagre aromatizado com trufas, para cada um temperar a sua salada. Nunca sobra nada.

Leia também: 

Hambúrguer feito em casa pode ser uma diversão na quarentena

Capricho na hora de levar a salada e a maionese para mesa