Como cuidar da pele no inverno: 3 dicas simples para incluir já na rotina

Reunimos conselhos básicos de dermatologistas para você manter a saúde da pele em dia

Inverno causa ressecamento na pele. Foto: Pexels/Divulgação

O calendário aponta que o inverno já chegou (no último dia 21), mas as temperaturas estão custando a cair de vez. Isso faz com que a gente esteja até meio despreparada para o frio, não é?

No entanto, é uma época que exige muitos cuidados. Lábios e pele sentem bastante os efeitos da estação. Por isso, reunimos três conselhos básicos e simples de dermatologistas para você incluir na sua rotina e manter a saúde da pele em dia. Confira:

Passe creme hidratante com a pele úmida

Nessa época do ano, a hidratação do tecido é ainda mais importante. Procure utilizar diferentes produtos, como séruns e loções, para fornecer barreiras de proteção para as diversas camadas da pele.

– Além disso, é importante ficar de olho na composição de seu hidratante. É fundamental que o produto que você está usando contenha ativos umectantes, que são ingredientes que atraem água para a pele – explica a dermatologista Valéria Marcondes.

Ela indica hidratantes formulados com substâncias como glicerina, ácido hialurônico, alantoína, propilenoglicol, sorbitol ácido glicólico e láctico.

Além disso, experimente aplicar o produto com a pele do corpo ainda úmida, para o aumento da penetração.

Aposte nos lip balms

Os lábios também sofrem com ressecamento, inflamações e envelhecimento precoce por causa do frio. Mulheres que usam batons levam vantagem, pois muitos deles possuem propriedade hidratante. Porém, a melhor opção para a hidratação dos lábios são os lip balms.

– Incolores ou não, os balms labiais possuem manteigas hidratantes, óleos, antioxidantes, vitamina E, colágeno e outras substâncias que ajudam a hidratar rapidamente os lábios. Os melhores promovem fotoproteção também. O ideal é levar o produto sempre com você, para passar diversas vezes ao dia – afirma o dermatologista Jardis Volpe.

Ele ressalta que é importante ficar de olho no rótulo, pois os produtos não devem conter fragrâncias ou petrolato em sua fórmula.

Evite banhos muito quentes

Essa é clássica, mas não custa repetir. Ficar mais de 15 minutos sob a água quente é mais que o suficiente para comprometer a camada hidrolipídica da pele, que segura a hidratação.

– Dessa forma, a pele perde água e lipídeos, o que compromete sua função de barreira. O ideal é banho morno e logo após o banho hidratar a pele – reforça Volpe, que é membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia.

Leia mais:

Você sabia que praticar esportes têm consequências para a saúde da pele?

Bioestimuladores de colágeno são os queridinhos da vez para a pele

Vitamina C: Saiba como incluir esse antioxidante na sua rotina de cuidados com a pele