Como evitar rugas e manchas na peles branca e negra

Quanto mais escura a pele, menor o envelhecimento

Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS

POR LARISSA ROSO

Devido à maior concentração de melanina, a pele negra fica naturalmente mais protegida contra a radiação solar e envelhece menos do que a pele branca. Como as fibras colágenas e elásticas são mais preservadas, surgem menos rugas.

– Quanto mais escura a pele, menor o envelhecimento. Quanto mais clarinha, mais precoces são as rugas – diz a dermatologista Taciana Dal’Forno Dini, presidente da SBD-RS, ressalvando que fatores genéticos também podem interferir nesses processos.

Mas os negros também têm suas fragilidades, como destaca a dermatologista Katleen Conceição, especialista em pele negra e membro da Skin of Color Society (Sociedade da Pele de Cor, em tradução livre), com sede nos Estados Unidos. Também pela quantidade elevada de melanina, a pele escura mancha com mais facilidade. Picadas de mosquitos, acne, foliculite e procedimentos de limpeza podem deixar marcas mais salientes.

– O filtro solar deve ser utilizado todos os dias, sendo reaplicado de três em três horas. Chapéus, viseiras e roupas com filtro solar são importantes para a prevenção de câncer, do envelhecimento e também de melasma, que são manchas acastanhadas na face, principalmente – observa Katleen.

As peles claras também estão sujeitas a melasma, que está entre as manchas mais comuns. Trata-se de uma alteração de pigmentação – os melanócitos de quem sofre com melasma produzem mais melanina, pigmentando a pele –, mais frequente em mulheres. Os locais mais suscetíveis são as regiões acima dos lábios e abaixo dos olhos, o nariz e a testa. São marcas geralmente simétricas (iguais dos dois lados), com bordas geográficas (parecem mapas).

Após a menopausa, é comum surgir o melasma extrafacial, que acomete o pescoço, o colo e os braços.

– Não existe estar bronzeado e estar sem melasma. O melasma pigmenta com a luz visível, não só com o sol. Se estamos acordados, estamos pigmentando o melasma se estivermos desprotegidos – explana Taciana. – Não se pode ficar sem filtro em nenhum momento do dia. Se estou na sala vendo TV com a janela aberta, estou pegando sol. Quando a pessoa está com luz batendo no rosto, tem que estar com filtro solar. Uma das primeiras tarefas, ao acordar, deve ser passar o filtro específico para o rosto, o ano inteiro.

A médica acrescenta que a luz visível não é barrada por filtro solar comum, mas, sim, por filtro físico ou mineral, aqueles bem brancos ou com cor. Aplicação de cremes com ácidos, peelings (superficiais) e microagulhamento são medidas para tratamento do melasma. No verão, pacientes costumam se submeter a uma terapia de manutenção, com cremes clareadores mais suaves. Antioxidantes por via oral podem ser benéficos. O uso de chapéu de abas largas e óculos escuros grandes é recomendado. Deve-se evitar que o sol incida diretamente no rosto.

Leia também: 

Microagulhamento: saiba tudo sobre o tratamento queridinho das famosas

Saiba os cuidados necessários para pele em cada faixa etária

Tatá Werneck dá a melhor resposta a seguidor que criticou rugas em seu rosto