Como saborear queijos azuis

Foto: Vera V. Coli, divulgação

O queijo italiano gorgonzola, feito com leite de vaca, juntamente com o roquefort, de leite de ovelha, são os queijos azuis mais conhecidos do mundo. Comparando os dois você perceberá a massa do roquefort mais seca e a do gorgonzola bem cremosa. Na boca, o primeiro é mais salgado e picante e o segundo, suave e adocicado.

No Brasil, marcas produzem ótimos queijos azuis, que você pode utilizar em aperitivos e entradas, em molhos para carnes e salgados. Ficam ótimos em salada com vegetais crus, ou acompanhando somente endívias e nozes. Mas, eles também combinam com aipo, abacate, frutas secas e frutas do outono, como a pera, a uva, a maçã ou figo fresco.

Em preparos de pratos quentes, os queijos azuis combinam com massas, doces e arroz. Para dar sabor ao arroz, por exemplo, basta adicionar 100 g de queijo para cada quilo.
Eles harmonizam bem com vinho doce tipo Sauternes, que têm em comum com os queijos um sabor único a partir da intervenção de um fungo, fazendo o contraste da doçura do vinho com o sabor forte e salgado do queijo.

Para finalizar uma refeição, acompanhe-os com pão de centeio e vinho doce, tipo porto. Será uma excelente combinação.

Leia mais:

Figo: fruta típica do inverno ganha destaque nas refeições

Inovando na grelha: boutiques de carnes aprimoram açougueiros