Confira dicas de como escolher a melhor roupa para uma entrevista de emprego

Personal e fashion stylist Ana D’ Carvalho ressalta que as cores têm um grande poder na hora de projetar uma boa impressão

Foto: Pixabay

Sabe aquele ditado “A primeira impressão é a que fica”? Ele pode ser usando como mantra em qualquer momento da vida, no entanto nunca foi tão importante como em uma entrevista de emprego. Além de pontos fundamentais como demonstrar confiança e conhecimento, ser verdadeiro e coerente, existe um detalhe que pode fazer toda a diferença: como se vestir.

Escolher uma roupa adequada para uma entrevista de emprego é requisito essencial para conseguir a tão sonhada vaga no mercado de trabalho. A forma como você se apresenta é tão importante quanto sua experiência profissional ou um currículo bem elaborado. Além de trazer autoestima, ela pode contribuir para construir uma relação imediata de confiança ou prejudicar o seu desempenho na disputa pelo cargo.

Leia também: Veja como driblar erros que podem lhe prejudicar numa entrevista de emprego

Pensando nisso, a personal e fashion stylist Ana D’ Carvalho dá algumas dicas para escolher bem a roupa e, também, as cores ideais para ganhar pontos na entrevista.

  1. Importante entender o tipo de emprego em que está se candidatando. É diferente criar looks para a indústria criativa, o mercado financeiro e jurídico ou startups:

Criativa – Utilize cores e peças icônicas;

Financeiro – Terninhos em cores neutras;

Jurídico – Peças com estruturas, alfaiataria, cores neutras e assentos marcantes, sempre respeitando as regras e códigos de etiqueta da profissão;

Startups – Se você já sabe como é seu estilo, seja você mesma.

 

  1. Impecabilidade é a primeira regra. Lembre sempre de estar com a roupa limpa e bem passada. Sem sinal de desgaste.

 

  1. Fit: muito importante usar peças de roupas que sejam um perfect fit para seu corpo. Que não sejam muito grandes ou muito justas.

 

  1. Preferivelmente não usar decotes profundos, jóias muito grandes, não usar muita maquiagem, ou seja, não exagere.

 

  1. Procure sempre ter em mente a regra do 80/20: 80% clássico com 20% da sua personalidade, que você pode transmitir em uma cor, jóia, sapato ou bolsa.
Foto: Fórum/Divulgação

Quando for pensar em qual cor escolher, lembre-se que todas as cores têm diferentes mensagens, devemos escolher dependendo de como queremos nos projetar.

Azul Marinho – projeta liderança e poder.

Dourado – projeta luxo e sofisticação.

Branco – projeta perfeição e minimalismo.

Preto – introspecção e postura.

Vermelho vinho – projeta o poder do feminino.

Cinza – projeta neutralidade e justiça.

Mas atenção, tudo vai depender da sua marca pessoal.

— Quando sugiro paletas de cores para meus clientes de styling dentro do processo de personal branding sempre levo em consideração a imagem que ela deseja projetar —, afirma Ana.

A personal stylist destaca, ainda, os principais erros cometidos na hora de escolher a melhor roupa.

— O principal erro é não fazer o exercício de conhecer o próprio corpo, cores e estilo.

O segredo dos estilos pessoais é a consistência. E isso vem de nosso autoconhecimento, como uma marca pessoal.

— Isso nos apoia a fazer as escolhas corretas em peças que realmente vão valorizar nosso corpo, cores que vão comunicar a essência da nossa marca e um estilo único que comunique nossa história pessoal —, finaliza.