Confira seis dicas para manter a energia ao longo do dia

Médico nutrólogo dá dicas de hábitos que contribuem para oferecer mais disposição no dia a dia

atividade física
Foto: Tiago Ghizoni

Sentir-se constantemente cansado, sem disposição e acordar mais fadigado do que quando foi deitar passou a ser algo normal na vida de muitas pessoas, afinal lidamos diariamente com trabalho, estresse, trânsito e uma avalanche de informações. Mas saiba que isso não deve ser encarado como normal, segundo o médico nutrólogo especialista em obesidade Dr. Nataniel Viuniski. E é importante que sejam investigadas as possíveis causas e principalmente corrigi-las, adotando o estilo de vida saudável e ativo.

De acordo com Dr. Nataniel, algumas mudanças de hábitos bem simples podem fazer grande diferença, ajudando a elevar o nível de energia. Confira:

Regule o sono

De acordo com a Fundação Royal Phillips, 56% dos casos de cansaço são causados por noites mal dormidas.

— É muito importante definir um horário fixo para dormir considerando um mínimo de seis horas de descanso por noite. Se você demora a pegar no sono, uma dica é desligar os aparelhos eletrônicos (televisão, celular e computador) uma hora antes de deitar-se. É que a luz emitida pela tela desses equipamentos prejudica a produção do hormônio melatonina, responsável pelo sono —, explica Dr. Nataniel.

Leia também: Manual do Sono: entenda por que dormir bem significa saúde e mais tempo

Consuma alimentos mais leves

Pratos ricos em gorduras, por exemplo, costumam “roubar” nossa energia.

— Isso acontece porque o organismo precisa dispender de muito mais energia para processá-los. Por isso, opte por carnes magras, peixe, frango, ovos ou um shake proteico corretamente preparado nas refeições, e combine com vegetais e frutas. Também prefira carboidratos de baixo índice glicêmico, como mandioca e batata-doce, que liberam energia aos poucos garantindo pique por mais tempo —, indica o médico.

Leia também: Cinco dicas para não deixar o estresse prejudicar a sua alimentação

Pratique exercícios

Segundo o médico, fazer atividade física faz com que o corpo libere vários hormônios e neurotransmissores relacionados ao bem-estar. Entre eles, a adrenalina, que nos impulsiona durante os exercícios e tem efeito por várias horas. E a serotonina, que oferece uma gostosa sensação de relaxamento.

Leia também: Fazer exercícios ao ar livre sai mais em conta com o Clube NSC

Fique de olho na Vitamina D

— Ela regula a secreção de insulina e o funcionamento do metabolismo, que afetam diretamente os níveis de energia —, explica Dr. Nataniel.

A Vitamina D também está associada à melhora do humor, o que explicaria porque tendemos a ficar mais cansados no inverno, época que temos menos exposição ao sol.

Faça um break a cada hora

De acordo com um estudo da Universidade de Illinois, pessoas que fazem pequenas pausas durante tarefas que levam mais de 50 minutos trabalham melhor.

— Aproveite para se levantar e caminhar para buscar água. Mudar de ambiente ajuda a evitar a estafa mental —, sugere o médico.

Aposte no guaraná

Essa planta tropical é uma ótima fonte de cafeína, ativo que fornece mais disposição e energia.