Confraria da Moda 2018: tendências e informação ao alcance de todos

Superintendente de Marketing Corporativo da Almeida Junior, Monique Campos, fala sobre o evento, que também tem a assinatura da Versar

monique campos
Foto: Diorgenes Pandini/Diário Catarinense

Desfile de moda, novidades em maquiagem, música boa, gente interessante e muita informação sendo compartilhada. Quem gosta e acompanha esse tipo de evento sabe que Santa Catarina anda carente nesse quesito. A notícia boa é que, depois de uma experiência bem sucedida no ano passado, está de volta e aberto ao público o Confraria da Moda, evento que reúne marcas consagradas, estilo, cultura, gastronomia e lifestyle num único local. A realização é da Revista Versar em parceria com a Almeida Junior, com patrocínio de O Boticário.

Uma novidade bacana do Confraria da Moda em 2018 é que o evento percorrerá as principais cidades do Estado. Será realizado nos shoppings da Almeida Junior, iniciando pelo Continente, na Grande Florianópolis, e passando pelo Neumarkt, em Blumenau, Nações, em Criciúma, Norte Shopping, também em Blumenau, e Garten, que finaliza o tour em Joinville.

Em cada uma dessas cidades será montado um espaço especialmente desenvolvido para oferecer informação e entretenimento de forma gratuita. Além disso, o público estará bem próximo dos modelos durante os desfiles, que acontecem nos espaços abertos para eventos dos shoppings – uma tendência de tirar os modelos das passarelas e deixar as pessoas mais perto do mundo fashion. Os modelos vão exibir looks que estarão nas lojas nas próximas semanas – com o lançamento da campanha Primavera/Verão – também dentro do conceito de apresentar uma moda acessível e real para o público. A ideia do evento é oferecer ainda informação, com workshops e bate-papo com profissionais renomados.

A realização do Confraria da Moda vem ao encontro de uma necessidade, já que SC possui uma vocação têxtil reconhecida dentro e fora do país e o design de moda tem posicionado o Estado como um dos principais polos do setor no Brasil. Para se ter uma ideia, a cadeia produtiva e criativa da moda é uma das que mais empregam por aqui.

A Versar conversou sobre o assunto com a Superintendente de Marketing Corporativo da
Almeida Junior, Monique Campos. Confira a entrevista:

Por que investir em um evento de moda?

Porque essa é uma plataforma super importante dentro do nosso negócio. Hoje a gente quer entregar para o nosso cliente uma experiência completa. Um evento como esse traz muita coisa junto, gera uma experiência em gastronomia, em entretenimento, em tecnologia, em moda. As pessoas acabam experimentando um pouco de tudo que o shopping oferece e para nós isso é super importante. Além de que as pessoas estavam pedindo um evento de moda, estavam sentindo falta, e se o público pede, a gente faz questão de entregar.

Santa Catarina estava mesmo carente de eventos de moda…

Sim, e a gente tem que estar com Santa Catarina no circuito de moda no nosso país. Temos tantos produtores aqui, tantas marcas importantes, e estaremos presentes em várias regiões com o Confraria da Moda nas próximas semanas.

Qual o diferencial do Confraria da Moda?

Acho que o maior diferencial é que não é simplesmente um desfile, com passarela, com uma produção mega e que não esteja acessível para o consumidor. É um evento que gera conteúdo. Vamos trazer um bate-papo com alguém super bacana, seja sobre make, tendência, cabelo. Nós estamos mapeando esses profissionais em cada uma das nossas regiões e também em parceria com o patrocinador. Essa discussão aproxima o público e leva conteúdo de moda. O Confraria da Moda também mostra o que vai ser tendência, o que vai estar presente na coleção primavera-verão, e o mais interessante é que o consumidor que está olhando pode sair e já comprar aquele produto nas lojas. Ele tem acesso na hora, não é aquela coisa conceitual, inacessível, ele sai dali e já pode consumir, pensar em como mixar uma marca com a outra. Isso é ser democrático, dar informação de moda para as pessoas e elas poderem consumir na hora.

Qualquer pessoa pode assistir aos desfiles?

Sim, inclusive os modelos vão percorrer as cadeiras. É um formato moderno e que dá acesso. Vamos ter também uma área reservada para convidados, mas o evento em si é aberto e quem tiver interesse consegue enxergar.

Essa experiência deu certo no projeto piloto no ano passado?

Sim, foi muito bacana, tanto que estamos dando continuidade e ampliando para os outros shoppings. A ideia é que entre no calendário anual, porque é um evento para ver e ser visto, para conversar, para se relacionar, para conhecer pessoas, para ter informação de moda, para ver um influenciador, uma blogueira, um maquiador. A gente quer gerar essas experiências para o nosso consumidor.

Todo o evento acontece num único dia em cada shopping?

Sim, a gente vai ter de 6 a 10 marcas desfilando num único dia, apresentando sua coleção, além do bate-papo com algum profissional. Mas claro que teremos muitas ativações nas redes sociais antes e depois mostrando como foi, trazendo conteúdo, vamos conversar com o público antes e depois.

Anote na agenda

Continente Shopping (Grande Florianópolis): 30 de agosto
Neumarkt Shopping (Blumenau): 5 de setembro
Nações Shopping (Criciúma): 13 de setembro
Norte Shopping (Blumenau): 20 de setembro
Garten Shopping (Joinville): 3 de outubro

Leia mais colunas de Camille Reis

Clique aqui para saber tudo sobre o Confraria da Moda