Demerara, cristal, mascavo: conheça os tipos de açúcar

Algumas versões preservam nutrientes e minerais

açúcar
Foto: André Ávila / Agência RBS

Por Camila Kosachenco

Nem todo açúcar é igual. Algumas versões, como o melado e o mascavo, preservam nutrientes e minerais, pois passaram por menos processos químicos. Já o refinado, altamente processado, não oferece benefícios para a saúde. Veja as diferenças entre os principais tipos.

açúcar
Foto: André Ávila / Agência RBS

Branco refinado

É o pior de todos. Passa por diversos processos químicos para ficar branco e perde os nutrientes. Só deve ser usado por quem não precisa perder peso nem tem qualquer tipo de restrição alimentar – ainda assim, com bastante cautela.

Demerara

Semelhante ao açúcar cristal, não passa por tantos processos para se tornar branco, mantendo-se levemente amarronzado. Preserva alguns nutrientes como ferro e cálcio, mas em pequena quantidade. O sabor é próximo ao do açúcar branco.

Açucar mascavo
Foto: André Ávila / Agência RBS

Mascavo

Extraído do melado, passa por mínimos processos de branqueamento. Preserva os mesmos nutrientes da sua matéria-prima, porém, em menor quantidade. Também mantém o sabor da cana.

Orgânico

É um produto que contém somente matérias-primas provenientes de plantios sem adubos ou fertilizantes químicos. Pode passar por diversos graus de refinação.

André Ávila / Agência RBS
Foto: André Ávila / Agência RBS

Açúcar de coco

Tem um índice glicêmico baixo (velocidade em que os alimentos elevam a taxa de açúcar no sangue) e é menos processado do que o açúcar refinado. Os alimentos considerados de baixo índice glicêmico têm glicose menor do que 55mg. O açúcar branco tem 68mg, enquanto o de coco tem 35mg. Tem um leve sabor de coco.

Açúcar invertido

Usado na indústria, é obtido por meio da quebra da sacarose (açúcar) e da adição de um ácido.

André Ávila / Agência RBS
Foto: André Ávila / Agência RBS

Cristal

Com sabor tradicional do açúcar, é transparente e menos refinado do que branco – portanto, menos nocivo. É bastante usado no meio culinário.

Melado

É a cana em forma líquida. Mantém em sua composição cálcio, ferro, selênio, manganês e cobre, que exercem funções no sangue, nos ossos e nos músculos. Tem sabor forte de cana.

Light

Combina açúcar refinado e adoçantes artificiais em uma proporção de 50% e 50%. Tem maior poder de adoçar e, portanto, deve ser consumido em menor quantidade. Não é indicado para diabéticos.

No rótulo, mas escondido

O açúcar está presente mesmo em alimentos salgados. O ingrediente é adicionado a parte dos alimentos ultraprocessados basicamente para exercer três funções: encorpar o produto, estender seu prazo de validade e melhorar sua aparência. Mas nem sempre é fácil saber se um alimento tem açúcar, pois ele pode estar “escondido” em nomes pouco amigáveis. Leia a lista de ingredientes do rótulo e procure por:

  • Sacarose
  • Frutose
  • Lactose
  • Glicose
  • Glucose
  • Dextrose
  • Maltodextrina
  • Mel
  • Agave
  • Xarope de milho

Alimentos que têm açúcar e você nem imagina

Pode não parecer, mas o açúcar também está presente nestes alimentos:

  • Molho de tomate
  • Molhos de saladas
  • Pães e torradas
  • Amendoim japonês
  • Ketchup
  • Lasanha congelada
  • Maionese
  • Caldo de galinha

Leia também: 

Aspartame, estévia, sucralose: conheça os tipos de adoçante