Criador do Bob Esponja, Stephen Hillenburg morre aos 57 anos

O artista, que sofria de uma doença degenerativa, conhecida como esclerose lateral amiotrófica (ELA), morreu nesta segunda-feira (26)

Stephen Hillenburg
Stephen Hillenburg (Foto: Divulgação)

O criador do desenho animado Bob Esponja, Stephen Hillenburg, morreu nesta segunda-feira (26), aos 57 anos. Ele sofria de uma doença degenerativa do sistema nervoso, que leva ao enfraquecimento dos músculos e resulta em uma paralisia irreversível, conhecida como esclerose lateral amiotrófica.

Pelas redes sociais, a Nickelodeon, emissora original de Bob Esponja nos Estados Unidos, publicou uma nota declarando: “Estamos tristes em compartilhar a notícia da morte de Stephen Hillenburg, o criador de Bob Esponja. Hoje, nós estamos fazendo um minuto de silêncio em homenagem à sua vida e trabalho”.


“Estamos incrivelmente tristes com a notícia da morte de Steve Hillenburg após sua batalha contra a ELA”, diz também um comunicado oficial da Nickelodeon, segundo o UOL Notícias. “Ele era um amigo querido e um parceiro criativo de todos. Bob Esponja tinha um senso de humor único e uma inocência que trouxe alegria para muitas gerações de crianças e famílias em todos os lugares”.

O artista deixa sua esposa, Karen Hillenburg, e um filho, Clay. Ele nasceu em Oklahoma, nos Estados Unidos, em 21 de agosto de 1961. Aos 23 anos, se formou em biologia marinha e, mais tarde, lecionou o assunto no Orange County Marine Institute. Alguns anos mais tarde, aos 26 anos, passou a se interessar por ilustração e decidiu estudar animação experimental. Entre 1993 e 1996, trabalhou na animação A Vida Moderna de Rocko. Com a mesma equipe, Hillenburg uniu seus conhecimentos em biologia marinha e desenvolveu Bob Esponja, que foi ao ar pela primeira vez nos Estados Unidos em 1° de maio de 1999.

Leia também:

Bernardo Bertolucci, diretor de “Último Tango em Paris”, morre aos 77 anos