Criminalização da homofobia: famosos se manifestam sobre votação no STF

Famosas usam as redes sociais para demonstrar apoio à criminalização da homofobia

Foto: Marco Favero

O Superior Tribunal Federal retoma hoje a sessão que analisa os pedidos de criminalização da homofobia. Desde que o tema começou a ser debatido em plenário na quarta-feira (13), diversos famosos usaram as redes sociais para se manifestar sobre o assunto.

Por meio de hashtags #ÉCrimeSim e #CriminalizaSTF, celebridades se pronunciaram nas redes. Uma imagem com a bandeira LGBT e dois pares de mãos dados com a mensagem #CriminalizaSTF foi compartilhada por artistas como Iza, Pabllo Vittar  e Nanda Costa, entre outros.

Com a mesma imagem, a atriz Taís Araújo chamou a atenção para a oportunidade que o país está tendo de combater a violência contra LGBTs: “Pela dignidade e pela vida de tantos brasileiros e brasileiras, #CriminalizaSTF! #ÉCrimeSim”. O estilista Ronaldo Fraga compartilhou a imagem de dois homens se beijando e a legenda: “homofobia mata, homofobia é crime”

A cantora Daniela Mercury postou em sua conta no Instagram uma foto junto com a companheira Malu Verçosa pedindo a criminalização da homofobia. Ela ainda chamou a todos que apoiam a causa a se manifestarem em suas redes:

A atriz Kéfera também se posicionou a favor da criminalização:

“O estado é laico e temos que pensar no bem de todos, vivemos numa sociedade que privilegia o privilegiado. Independente da sua crença, não queira que o preconceito continue existindo. Estaremos resistindo daqui”

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

É HOJE! O Supremo Tribunal Federal irá votar sobre duas ações que IMPEDEM A CRIMINALIZAÇÃO DA HOMOFOBIA NO BRASIL! O que isso significa? O projeto de lei tem como objetivo tratar como crime, a discriminação, bullying, perseguição, agressão, motivada unicamente na orientação sexual ou na identidade de gênero da pessoa discriminada. Parece óbvio né? O estado é laico e temos que pensar no bem de todos, vivemos numa sociedade que privilegia o privilegiado. Independente da sua crença, não queira que o preconceito continue existindo. Estaremos resistindo daqui. Assinem a petição pra ser aprovado. Link na bio. Assinem, é MUITO IMPORTANTE 🙏🏻🌈

Uma publicação compartilhada por Kéfera Buchmann (@kefera) em

Bruna Linzmeyer postou uma foto com a namorada, comentando sobre quantas mensagens de ódio ela lê em seus perfis nas redes sociais, por ser declaradamente lésbica. A atriz ainda lembra de todas as dificuldades que a população LGBTQ+ enfrenta:

“O que não falta, se quisermos mesmo ver, são notícias de jornal falando de violências e homicídios contra pessoas lgbtq só porque essas pessoas são lgbtq. é a dificuldade de conseguir um emprego, de alugar uma casa, só porque você é trans, ou um casal de lésbicas, ou um casal gay.
hoje o supremo tribunal federal vota a criminalização da lgbtqfobia. torna crime um ato motivado somente por ódio”

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

quantes acham essa foto desnecessária? quantos e quantas dizem: pra quê? ser lésbica tudo bem mas ninguém aguenta mais você falando sobre isso. não precisava. quando leio isso, e ainda leio isso aqui, ainda aqui, que é um instagram de uma pessoa publicamente em um relacionamento lésbico, penso como isso me traz notícias de como nossa sociedade está. então o que não falta, se quisermos mesmo ver, são notícias de jornal falando de violências e homicídios contra pessoas lgbtq só porque essas pessoas são lgbtq. é a dificuldade de conseguir um emprego, de alugar uma casa, só porque você é trans, ou um casal de lésbicas, ou um casal gay. hoje o supremo tribunal federal vota a criminalização da lgbtqfobia. torna crime um ato motivado somente por ódio. #écrimesim #homofobiaécrime #criminalizastf

Uma publicação compartilhada por bruna linzmeyer (@brunalinzmeyer) em

Giovanna Ewbank compartilhou uma imagem de um arco-íris com onde se lê: “Eu encontrei a felicidade em um arco-íris”. Na legenda, “Homofobia é crime sim”.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Homofobia é crime SIM! ❤💗🧡💛💚💙💜 #criminalizastf #écrimesim #maisamorporfavor #loveislove

Uma publicação compartilhada por Giovanna Ewbank (@gio_ewbank) em

 Leia também: 

Como ficam as políticas públicas LGBT+ no governo Bolsonaro

“Brasil não está preparado para artistas LGBT+ que falem a verdade”, diz Pabllo Vittar

Bruna Linzmeyer, Daniela Mercury e mais famosos celebram o Dia do Orgulho LGBTI