Daniel faz show em Florianópolis em homenagem ao Dia das Mães

Sócio do Clube NSC tem 40% de desconto na apresentação da turnê Versões de Mim

Daniel
Foto: Gianne Carvalho/Divulgação

Lançada no mês passado, a turnê Versões de Mim, do cantor Daniel, desembarca em Florianópolis para um show especial de Dia das Mães. A apresentação será no domingo, 12 de maio, no Teatro da UFSC. Sócio do Clube NSC tem 40% de desconto na compra do ingresso antecipado no site Disk Ingressos.

O show traz sucessos dos 30 anos de carreira do sertanejo com nova roupagem e também a canção recém-lançada Casava de Novo, que está tocando em todas as rádios do país.

– Lançar uma música nova é um desafio, uma loteria. Mas, graças a Deus, essa canção tocou as pessoas, assim como nos tocou. Ela está no repertório do show, é a terceira música que canto. Já tenho escutado as pessoas cantarem e estou muito feliz com o resultado – comentou o cantor, que conversou por telefone com a Revista Versar. Confira a entrevista:

Conta um pouco do show que você trará para Florianópolis. Versões de Mim apresenta a bagagem do Daniel nesses 30 anos de carreira?

Estreamos esse show no mês passado, foi muito positivo o retorno do público. Depois de tanto tempo de carreira, estar no coração das pessoas até hoje é muito gratificante. Colocamos esse título porque a gente sabe que é muito difícil a elaboração de um repertório e de um novo show, de trazer algo de diferente. A gente acaba se perguntando se não estamos sendo repetitivos nas canções que a gente acaba escolhendo. Mas no fim, chegamos à mesma conclusão: essas canções fazem parte da minha vida. É um retrospecto da minha carreira com canções em uma nova versão.

 

Quais canções marcaram  a sua carreira e que estão neste show?

Desde a época do saudoso João Paulo como Eu me amarrei, Estou apaixonado, Te amo cada vez mais. Outra que representa um momento crucial de transformação da minha carreira é a Adoro amar você, uma composição do Peninha. Declaração de amor, Vida minha, Pra falar a verdade, também estarão. O show tem mais ou menos 1h50min e as pessoas se identificam, conhecem e gostam. Acaba que cada música toca as pessoas de forma diferente. Eu me deparo constantemente com histórias de vida de casais que começaram a namorar ouvindo uma música minha ou casaram ao som de uma canção do meu repertório. Isso é muito gratificante. Esse é o nosso objetivo, fazer parte da vida das pessoas.

 

Como você faz para se reinventar depois de tantos anos na estrada?

Eu tenho um planejamento de trazer até o final do ano umas três canções inéditas para dar uma reformulada. A gente acabou de lançar Casava de Novo e está sendo muito bem aceita. Hoje, eu tenho me moldado como um todo, até porque sou bem analógico, ter essa transição para o digital foi um processo complicado para mim. Se eu não tivesse a minha equipe, não conseguiria ser tão presente.

 

Com tanta tecnologia, como você vê o mercado da música e do sertanejo?

O formato para mostrar um novo trabalho é totalmente diferente de quando comecei. Novas canções chegam rapidamente, mas também existe uma necessidade de alimentar esse público na mesma agilidade. Acaba que aquelas canções ficam para traz, porque outras já entram no lugar. O artista lança uma canção a cada dois ou três meses nas plataformas. Antigamente a gente lançava e até esse projeto ser reconhecido levava meio ano ou alguns meses. As canções se solidificavam mais. Hoje é muita informação, tem gente que não consegue mais ouvir uma canção inteira. Antigamente era uma coisa mais incerta. Não era tão fácil, mas também não era tão difícil. Talvez porque o espaço também era um pouco maior na mídia. Mas a música sempre falou mais alto, se não fosse uma música legal, por exemplo, ela acabava não pegando e não dando certo.

 

Qual a emoção de fazer um show especial para o Dia das Mães?

Esse dia é muito especial para mim, porque além de ser o Dia das Mães é o dia que eu completo ano de casamento com a Aline, são nove anos de casados. É uma data muito marcante para mim, além de ser em um lugar especial, que eu adoro que é Florianópolis. Me identifico muito com o povo catarinense. Vou ter motivos de sobra para comemorar esse dia. E através da música, festejar e homenagear as mães e todos que estarão presente junto com a gente.

 

Para ser sócio do Clube NSC, você deve assinar um dos jornais ou o NSC Total em Assine NSC. A partir de R$ 9,90 por mês na modalidade digital, você tem acesso a todo o conteúdo e tem direito a utilizar os descontos do Clube em festas, shows, restaurantes, cinema, educação, serviços e muito mais. Aproveite, os benefícios são ilimitados. Saiba mais em Clube NSC.
Mais de Clube NSC:
Slash fala sobre show em Florianópolis e dá pistas sobre novo álbum do Guns N’ Roses
Folianópolis 2019 já tem data e a primeira atração confirmadas
Cantor Silva volta a se apresentar em Florianópolis