Daniela Mercury e a esposa Malu Verçosa celebram criminalização da homofobia

Foto: Reprodução/Instagram

A decisão  do Supremo Tribunal Federal STF), em Brasília, de criminalizar a homofobia (preconceito contra gays, lésbicas e bissexuais) e transfobia (preconceito contra travestis e transexuais), foi celebrada por muitas pessoas nas redes sociais. Entre as famosas, a cantora Daniela Mercury e a esposa Malu Verçosa comemoraram a votação dos ministros.

“Vencemos! A homofobia é crime no Brasil! Obrigada STF! Estou chorando emocionada!” escreveu a cantora no Twitter, logo após o fim da sessão.

No Instagram, ela postou uma foto das duas e disse: “Essa sensação de que a justiça foi feita é libertadora e nos enche de esperança. Parabéns para todos que lutaram! “.

Na manhã desta sexta-feira (14), a baiana publicou um vídeo usando um trecho de sua música Proibido o Carnaval, que gravou com Caetano Veloso e que diz: “Abra a porta desse armário, que não tem censura pra me segurar”.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Bom dia, comunidade!!! 🌈🌈🌈🌈 #pride #obrigadastf #écrimesim #danielamercury

Uma publicação compartilhada por Daniela Mercury 👑 (@danielamercury) em

Por 10 votos a 1, ficou reconhecido que o Congresso, apesar de ter se omitido sobre o tema, é quem legisla sobre a homofobia e a transfobia. E por 8 votos a 3, a homofobia e a transfobia enquadram-se no mesmo tipo penal do artigo 20 da Lei 7.716/1989, que criminaliza o racismo.

Leia mais:

Criminalização da homofobia: famosos se manifestam sobre votação no STF

Artistas celebram Dia da Visibilidade Lésbica e pedem respeito