“Quero ajudar mulheres a usarem a moda a seu favor”, diz consultora de moda do Mais Você

A jornalista Dani Ferraz estará nesta quarta-feira em Florianópolis para um um bate-papo sobre comportamento do consumidor e as tendências da temporada

A consultora de moda e jornalista Danielle Ferraz estará nesta quarta-feira em Florianópolis para um um bate-papo sobre comportamento do consumidor e as tendências da temporada. Com 20 anos de experiência na área de moda, Dani apresenta há 5 anos quadros de moda no programa “Mais Você”, da Rede Globo, e desenvolve projetos de consultoria internacional.

No evento, nesta tarde, os convidados conhecerão as peças da MOB para próxima temporada, que remetem ao clima nostálgico dos anos 1970. Os looks são bem marcantes e apresentam cores como rosa quartzo e verdes, cores muito presentes nas estamparias que variam dos motivos florais a referências culturais do oriente, além do animal print e vestidos com aspecto vintage.

Confira a entrevista exclusiva para a revista Versar:

Como é traduzir a moda para um público tão variado?
Um desafio mas que sempre foi meu sonho! As pessoas acham linda a moda da passarela, mas querem mesmo é saber de uma moda que faça sentido em suas vidas reais. Combinar a roupa com o sapato, entende? A gente tem muita informação aspiracional mas muito pouca que fale com a mulher em seu dia a dia, suas necessidades. Trouxe isso como propósito do meu trabalho, pois sei o impacto que a moda tem na maneira que a pessoa é vista; recebida pelo mundo e, sobretudo, em sua autoestima .

Como entrou para a moda, de onde veio o gosto pelo mundo fashion?
Cresci na boutique da minha mãe, em meio a roupas, tecidos e muitas “mulheres reais”, com seus desafios de cuidar da casa, das crianças, do trabalho, de si mesmas. Minha mãe, por sinal, era essa mulher múltipla e me e inspirou muito. Desde pequena sabia o que queria fazer: ser jornalista de moda — numa época em que a profissão não era moda. Queria difundir informação de moda para as mulheres — o que acabei fazendo de várias maneiras e em varias mídias, felizmente .

Li que você tem um hobbie: tocar violino.
Quem me dera! Rsrs Os músicos são meus filhos: sou mãe dos trigêmeos violinistas mais fofos do mundo (coruja mesmo!)

Como é sua relação com a música também?
Assim como com moda, não sou dos modismos. Amo música clássica, sou apaixonada pela efervescência criativa dos anos 1970 e sempre aberta a novidade mas com um olhar crítico — como para as roupas. Não visto ou escuto qualquer música só porque está na moda!

Com tantas atividades, viagens… é fácil conciliar com a rotina de mãe de trigêmeos?
Uma vida de malabarista como da maioria das mães que trabalham! O que torna um pouco mais difícil são as viagens — mas que tento conciliar para que sejam espaçadas .
Quando meus trigêmeos nasceram senti necessidade de fechar o escritório e me dedicar totalmente a eles. Tentei conciliar, mas era impossível! Mas a medida que foram crescendo fui retomando e tudo se encaixando.
Hoje eles têm 13 anos e já suas rotinas intensas de estudos, esporte, música. A semana acaba passando muito rápido! E conto com total suporte do meu marido e meus pais, que moram pertinho e quando viajo estão sempre em nossa casa. Outro dia, num post do Instagram minha filha escreveu: “mamãe muito obrigada por ser melhor amiga e estar sempre ao nosso lado.” Me emocionei nesse momento e pensei que é isso: ter um vínculo tão grande com os filhos em que se está presente mesmo na ausência. Acredito que tenho essa conexão com os meus!

Moda sob Medida: Guia Prático de Moda para a Vida Real. Como surgiu a ideia do livro?
Desde sempre quis falar com a mulher “real”; a mulher que tem mil e um afazeres e verba limitada para estar linda… o livro, acredito, foi unir tudo o que acredito num só lugar. Trazer à tona reflexões e ao mesmo tempo informações práticas. Porque, no final, as mulheres não querem saber o que desfilou mas passarelas da Dior mas como elas aproveitam bem seu guarda-roupa e o que vestem na segunda de manhã! Rsrs

Todo mundo pode estar na moda? Qual a dica prática para o dia a dia?
Todo mundo sem exceção. Amo uma frase de Christian Dior que diz que “o que faz de alguém elegante não é dinheiro, mas sim conhecimento”. Acredito mesmo nosso! Autoconhecimento é o primeiro passo para se vestir bem no dia a dia. Conhecer seu corpo e saber valorizá-lo. O segundo ponto é ter um guarda-roupa que faça sentido em sua vida, com peças curingas e atemporais que possam ser usadas de diferentes maneiras .

O que você conhece da moda em SC? Tem contato com estilistas daqui?
O polo de moda de SC é um dos maiores e mais estruturados do Brasil. As inovações têxteis e tecnológicas, principalmente em relação a como fazer uma moda de maneira mais responsável e sustentável estão aqui. É da maneira em que mais acredito na moda: investindo na sustentabilidade, na questão produtiva e não só no MKT do produto. O pólo fabril de SC é exemplo para o Brasil.

Hoje se fala muito em moda com propósito. Qual o seu propósito no universo fashion?
Descomplicar a moda e mostrar que ela pode ser para todos, já que é uma ferramenta que comunica sobre nós é feita para vestir corpo, alma e autoestima. Quero ajudar todas as mulheres a usarem a moda a seu favor!

 

É dia de feira: As frutas têm história na moda e continuam em alta na primavera e verão
Conheça iniciativas artesanais e sustentáveis no mercado da moda