Evento em Balneário Camboriú pretende firmar o nome do design district catarinense

A segunda edição do Design Days, a única semana de design de Santa Catarina, é organizada pelo CasaHall em parceria com a Univali

design days
Peças apresentadas na primeira edição do evento, no ano passado, no CasaHall (Foto: Mony Schneider, Divulgação)

Os prédios luxuosos, o turismo sempre crescente, o alto poder aquisitivo dos visitantes e moradores, levaram empreendedores de Balneário Camboriú a investir em outras áreas. Para atender as demandas deste público, foi criado na cidade o primeiro design district do país, nos moldes dos que existem em Miami e Dubai. O centro deste projeto é o CasaHall, idealizador da proposta. O espaço de 15 mil metros quadrados que abriga lojas e escritórios do setor é uma referência. Para firmar este nome e a importância do local no cenário nacional, o empreendimento realiza, na próxima semana, a segunda edição do Design Days, a única semana de design de Santa Catarina, organizada pelo CasaHall em parceria com a Univali.

Foram criados quatro eixos que nortearão a agenda entre os dias 14 e 17 de agosto: cidades, meios de hospedagem, produto e lifestyle. A programação é quase toda gratuita — com exceção da palestra da arquiteta Camila Klein — e para participar basta fazer a inscrição pelo site. A partir dessas temáticas o público é convidado a pensar e discutir sobre a importância do design, da arquitetura e decoração no turismo, na rotina das cidades e também no cotidiano.

Entre os convidados está um trio de catarinenses: Diogo Giácomo Tomazzi falará sobre processo criativo, e Bruno Faucz e Richard Gohr trarão para o debate a questão da pirataria no design. A arquiteta Camila Klein, aprendiz de Rui Ohtake e hoje sucesso nas redes sociais, também compartilhará um pouco da sua trajetória no Design Days.

Para entender melhor o conceito do design district e a proposta do evento, a Versar conversou com Eduardo Delatorre Schwartz, diretor do CasaHall. Confira:

Como surgiu a ideia de trazer o conceito de design district para Balneário Camboriú?

A implantação do design district no CasaHall é uma importante etapa do nosso Business Plan, fase que tem como objetivo fortalecer o empreendimento como um Centro de Design, com inúmeras ações comerciais e de incentivo ao desenvolvimento das mentes criativas. Tal implantação já foi realizada em regiões como Miami, Dubai e Los Angeles, e agora no Brasil com o nosso direito à exclusividade para o uso desta expressão concedido pelo Instituto Nacional de Propriedade (INPI).

Você pode explicar esse conceito?

É um Centro de Design, ou seja, uma estrutura para incentivar o aperfeiçoamento das inúmeras mentes do design, inclusive da arquitetura e construção civil. Como exemplo captamos a Casa dos Arquitetos do Instituto dos Arquitetos do Brasil para a realização de eventos de aperfeiçoamento, inauguramos um centro empresarial para este segmento e uma praça design com constantes eventos da área. Captamos para a cidade lojas referência de design e únicas no estado como as internacionais Artefacto, Orlean, Natuzzi Itália e Desjoyaux, além das renomadas BMW, flagship Portobello Shop, Sierra Móveis, entre outras.

Acredita que é um modelo que atende as demandas do mercado catarinense e tende a expandir?

Com certeza, pois o empreendimento possui total sinergia entre as suas ações, público alvo, operações e a região de atuação, comprovado pelas rigorosas pesquisas de mercado das lojas internacionais presentes no CasaHall Design District, algumas exclusivas no estado. Balneário Camboriú é referência nacional na construção civil, cidade onde estão em construção oito dos 10 edifícios mais altos do Brasil, inclusive o mais alto da América do Sul, e todos de luxo. Isto é muito significativo para uma cidade, e tamanho desenvolvimento capta um público muito exigente e que valoriza o design. Esta característica impulsionou a cidade para outro patamar, com edifícios assinados por grandes marcas do design, a exemplo da italiana Pininfarina com dois edifícios na cidade (do total de três em todo o território nacional), além do residencial assinado pela Porsche e outros empreendimentos em fase de lançamento. Santa Catarina tem uma característica peculiar: o desenvolvimento é distribuído em 200 quilômetros e não apenas em uma cidade (geralmente a capital administrativa). Começa pela maior cidade do estado (Joinville), passa pela região com maior potencial aquisitivo e população do estado (Vale do Itajaí) e chegando à Capital administrativa do estado (Florianópolis), característica única no país. Ou seja, além do elevado potencial aquisitivo da cidade, Balneário Camboriú é captador de toda região, acrescentando o previsto aumento de potencial pela atual execução das duplicações da BR-470 (principal via de acesso ao oeste), da Antonio Heil e da Jorge Lacerda, o que facilitará ainda mais o deslocamento do público consumidor.

O CasaHall Design District projeta expandir o empreendimento?

Os projetos já estão em andamento, é reforçará ainda mais a nossa posição de Centro de Design. O projeto é espetacular.

Como um evento como o Design Days colabora com o setor?

Exatamente neste incentivo ao desenvolvimento das mentes criativas. Estamos trazendo para a região conceituados designers nacionais, tendo como foco desde estudantes do design (futuros profissionais) como os mais consagrados e atuantes arquitetos e decoradores.

Qual a sua expectativa para este evento?

A edição de 2017 já foi sucesso como ocupação de 90%. Agora contaremos com palestrantes ainda mais reconhecidos, projetando o sucesso absoluto. Confirmando o nosso Business Plan, o evento já está entre os mais importantes da região Sul neste segmento de design, e em breve conquistará importância nacional.