Disciplina positiva: pratique a empatia para ajudar seu filho a comer saudável

Foto: Divulgação

Você já ouviu falar em disciplina positiva? E que tal usa-la para ajudar o seu filho a comer saudável e melhor? Para falar desse assunto tão importante, convidamos o Marcus Vinicius Simas que é educador parental certificado pela PDA e autor do Faculdade do Papai, um canal nas redes sociais (Instagram e Youtube) que fala sobre educação infantil e inteligência emocional para os pais e para crianças. Seu propósito é ajudar os pais, de forma prática e objetiva, a lidar com as situações na educação de um filho.

Quando começamos a aplicar a disciplina positiva em nossos filhos, percebemos que eles não são os únicos beneficiados. Ela nos ensina a ter muito mais empatia com as situações que uma criança em desenvolvimento traz, desde um mau comportamento à alimentação, respeitando o seu tempo, a sua idade e permitindo que elas aprendam “sozinhas”, mas com supervisão, através de ferramentas que ajudam a desenvolver as suas habilidades de vida. Olha que interessante!

Ter paciência, confiança e se dedicar na hora de ensinar a usar um talher ou até mesmo permitir que coma com as mãos, faz nós desapegarmos um pouco e diminuir aqueles estresses desnecessários que podem influenciar no restante do dia.

Pois nós pais somos os causadores da maioria dos estresses do dia a dia. Então está na hora de mudarmos isso, não é mesmo? Na hora de comer, por exemplo, desapegue da sujeira, permita que seu filho coma com as mãos se for mais interessante para ela. Elas precisam desse contato com o alimento para se familiarizar melhor com ele. Acredite: sujeira, bagunça e diversão fazem parte do processo de desenvolvimento do seu filho!

Envolver as crianças nas compras e no preparo dos alimentos são momentos que criam laços e fazem com que elas queiram se envolver cada vez mais nas tarefas de casa. Elas sentem-se aceitas e motivadas.

Uma das ferramentas que a disciplina positiva traz é investir tempo em treinamentos. Treinamento é uma parte importante para ensinar habilidades de vida às crianças. Não espere que o seu filho saiba o que fazer sem ensinar o passo a passo.

Temos quatro dicas para serem utilizadas no momento das refeições e que ajudam a ter mais empatia na hora de ensinar:

 

– Enquanto a criança observa, realize os movimentos necessários. Ensine gentilmente todo o processo.

– Façam juntos o processo.

– Peça para ele fazer sozinho enquanto você supervisiona.

– Quando ele se sentir pronto, deixe que ele o faça sozinho.

Tudo flui e fica mais leve quando nos desapegamos de padrões exigidos, pense nisso!

Leia mais:

Conheça algumas estratégias para prevenir e controlar a sua pressão arterial

Saiba quais alimentos podem ajudar a aliviar a TPM

Por um mundo com menos obesidade e desnutrição