Emilim Schmitz: Sete passos para montar a mala para o frio

Luvas e gorro não podem faltar na mala – Foto Teddy Kelley on Unplash, Divulgação

“Vou viajar para o frio e não sei o que levar na mala”. Esta é a frase que eu mais leio nos comentários nas minhas redes sociais, por isso resolvi reunir aqui algumas dicas imprescindíveis para uma mala consciente e prática, principalmente para você que vai visitar várias cidades europeias e não quer ficar carregando um mundo de peso de um lado para o outro. E pode apostar, as temperaturas geladas e até negativas de Paris, Nova York ou Londres não irão ser um problema para você. São sete passos simples.

Calças e blusas

Mulheres podem variar e, além de calças de couro e jeans preto, podem levar saias e shorts de couro ou lã, principalmente, para ocasiões como jantares. Até quatro peças. Para os homens, sugiro calças jeans azul e preta e uma calça de sarja, para ocasiões especiais. Até três peças. Casacos de lã são sempre bem-vindos.

Meias, luvas e gorros quentinhos

Claro que estes itens não poderiam faltar. Leve três gorros diferentes para variar os looks. Opte por luvas de couro, são as mais eficientes. Leve três meias calça de lã. Homens podem levar uma ceroula, que ajuda muito também.

Cores

Escolha roupas que combinem entre si. Preto, marrom, verde musgo… Evite cores claras. Todas as peças precisam conversar para você reutilizar os figurinos com combinações variadas. Poucas peças, muitos looks!

Casaco de pele ou parka com capuz

Leve um ou dois casacos próprios para um frio mais intenso, podem ser forrados com lã ou penas de ganso. De pele falsa também é ideal. O meu me salvou em Paris. Não se preocupe em repeti-los, porque a diferença no look ficará por conta dos cachecóis.

Emilim Schmitz – Foto Arquivo pessoal

Cachecóis, echarpes e lenços coloridos

Não economize nestas peças. Com uma base neutra você poderá fazer a festa trocando as cores de cachecóis, echarpes e lenços.

Bota cano alto, tênis de couro ou coturno

Nos pés, calçados superconfortáveis e quentinhos. Se tiver um coturno forrado, melhor ainda. Eu sugiro levar no máximo três pares. Para 15 dias, por exemplo, este é o número ideal. Para jantares mais especiais, mulheres devem levar apenas um salto mais fechado.

Roupas térmicas

Uma malha térmica é essencial para as temperaturas negativas. Compre um ou até dois conjuntos, dependendo do tempo que ficará viajando. Eles serão utilizados diariamente. Para não sujar, você pode colocar meias finas ou de lã e malhinhas de algodão por baixo, que não ocupam tanto espaço na mala.

Leia mais:
Um roteiro a pé para descobrir Londres em um dia
14 quedas de tirar o fôlego em Corupá
Está pensando onde passar o Réveillon? Paris pode ser uma ótima opção