Eminem se diz arrependido por insulto homofóbico em música

Norte-americano pediu desculpas por chamar outro rapper de "bichinha"

Eminem
Foto: Instagram/Reprodução

Rodeado de polêmicas, o novo álbum de Eminem continua gerando discussões. Nesta sexta-feira (14), o norte-americano declarou estar arrependido de chamar de “faggot” (“bichinha”, em tradução livre) o também rapper Tyler the Creator na canção Fall. A faixa é uma das 13 canções do disco Kamikaze, divulgado no dia 31 de agosto.

Segundo informações do site especializado Pitch Fork, Eminem disse ter “ido longe demais” com a música:

— Na minha intenção de ofender ele, eu percebi que estava atingindo muitas pessoas a mais dizendo isso. Eu sei que não estou certo sobre isso tudo.

Na verdade, Fall se trata de uma resposta do rapper a Tyler pela crítica que ele fez na faixa Walk on Water. Após o lançamento da canção, em novembro do ano passado, o artista foi ao Twitter criticar o tom da letra:

O álbum mais recente de Eminem, Kamikaze, também está rendendo outras confusões. Nesta sexta-feira, o artista rebateu as críticas do rapper Machine Gun Kelly, que o insultou em uma canção Rap God, de 2013. Em resposta, o norte-americano divulgou Killshot; ouça abaixo:


Leia também:

VÍDEO: filha de Jackie Chan conta que está morando na rua por causa da homofobia do pai; assista