Empresa permitirá que pessoas trans escolham nome no cartão de crédito e débito

Projeto "True Name" foi desenvolvido junto a bancos parceiros

cartão de crédito
Foto: Pexels/Banco de Dados

A Mastercard desenvolve um projeto junto a bancos parceiros para permitir que pessoas transexuais escolham o nome que desejam usar nos cartões de crédito e débito. Batizada de True Name, a medida irá possibilitarão aos clientes a utilização do nome que quiserem, sem necessidade de mudança em cartório. A informação foi publicada pela Bloomberg.

O processo, segundo a Mastercard, foi pensado para “favorecer clientes transgêneros e não-binários”. Conforme a empresa, quase um terço dos indivíduos cujo nome ou gênero não corresponde à aparência relatou ter experiências negativas.

— O que estamos introduzindo é um cartão que representa um indivíduo como ele realmente é. É algo que deve ser acessível a todos da maneira que queiram, e não deve haver nenhum sofrimento nisso — afirmou, em entrevista, o presidente de emissores da companhia nos Estados Unidos, Raj Seshadri.

De acordo com o executivo, o nome no cartão não ajuda a comprovar a segurança de uma transação financeira.

Leia mais:

Como ficam as políticas públicas LGBT+ no governo Bolsonaro

Daniela Mercury e a esposa Malu Verçosa celebram criminalização da homofobia