Entenda a diferença entre vinagrete e molho à campanha

Fotos: Renata Diem

A miscigenação entre diferentes culturas e regionalismos misturou o conceito do clássico “vinaigrette” francês ao molho à campanha do Brasil – muitos brasileiros acreditam que ambos sejam a mesma coisa.

Vamos por partes: o molho à campanha é feito com tomates, cebolas e pimentões picadinhos e marinados no vinagre e óleo. Ele se assemelha mais ao pico-de-gallo mexicano (que leva também coentro, pimenta e grãos de milho) ou até mesmo ao pebre chileno (com coentro, tomate, cebola, vinagre e pasta de pimenta). É conhecido em alguns países como “brazilian sauce” – molho brasileiro tradicionalmente servido com carnes e churrasco.

Molho à campanha com suco de laranja e sem pimentão

Leia também: Veja cinco tendências gastronômicas para 2019

Sua variação de ingredientes e formas de preparo é infinita, assim como a diversidade de pratos que ele pode acompanhar. Podemos brincar com os ingredientes sólidos e também com os ácidos, utilizando frutas como limão, maracujá, maçã verde, abacaxi, entre outras com bom grau de acidez.

Já o tradicional “vinaigrette” é um molho contemporâneo francês – uma emulsão que utiliza líquidos de diferentes densidades e é composto basicamente por azeite, vinagre e sal, muitas vezes também acrescido de mostarda Dijon. Ele é resultado de uma fórmula onde se utiliza três partes de óleo para cada parte de ácido – vinagre ou limão – e é servido com saladas e carnes.

Variação de vinagrete com mel e mostarda Dijon

Acredito que a denominação de vinagrete para molho à campanha seja tão conhecida
no Brasil com este nome franco-brasileiro, que já deva possuir licença poética gastronômica para tal.

Molho à campanha (ou vinagrete se você estiver apegado)

Ingredientes
4 tomates picados;
2 cebolas picadas;
1/3 de pimentão verde picado;
1/3 de pimentão amarelo picado;
3 colheres (sopa) salsinha picada;
50 ml de vinagre branco;
50 ml de água filtrada;
200 ml de azeite
de oliva;
Sal e pimenta a gosto.

Modo de preparo
1. Misture todos os ingredientes e deixe marinar por, no mínimo, 30 minutos.
2. Recomenda-se consumir imediatamente.

Leia mais colunas da Renata Diem

Renata Diem
Fotógrafa e blogueira de gastronomia, a catarinense vai abordar as principais tendências da área e falar de gastronomia sobre o viéis comportamental (cinema, literatura, música, TV, tudo o que aborda a gastronomia)