Entenda por que menina mineira nasceu com franja branca

Conheça o piebaldismo, condição rara que causou a alteração no cabelo da recém-nascida Maya Aziz

Foto: : Paula Beltrão/ Reprodução Instagram

A mineira Maya Aziz mal completou 20 dias de vida e já é uma celebridade nas redes sociais. A pequena nasceu com uma mecha branca na franja, que ganha ainda mais destaque devido ao seu cabelo escuro. Suas fotos estão fazendo um enorme sucesso na internet.

Maya tem uma condição rara chamada piebaldismo. A mãe da menina, a publicitária Talyta Youssef, de 40 anos, também tem o distúrbio, que é hereditário e resultante da desordem dos melanócitos do corpo responsáveis pela pigmentação dos seres humanos. A alteração ainda é pouco conhecida entre o público em geral.

O que é

Segundo a dermatologista Lia Pinheiro Dantas, do Ambulatório de Dermatologia do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, o piebaldismo é uma doença genética, causada por uma mutação em um determinado gene que regula as células de pigmento, os melanócitos.

— Como não há a presença destas células em determinada área, partes da pele e do cabelo apresentam a coloração branca — completa.

Como ocorre

O quadro é hereditário, ou seja, é passado de geração em geração. No caso de Maya, o gene veio da mãe, Talyta. Na família, um avô da publicitária, uma tia e a mãe também apresentavam a mecha.

— A mancha branca ficará sempre no mesmo local. Crescerá junto com a criança — ressalta a dermatologista.

Cuidados

O pigmento da pele serve como se fosse um “escudo” contra os raios do sol. Sem ele, o local fica vulnerável ao calor, e a região se torna mais sensível. De acordo com Lia, a proteção é de extrema importância.

— É preciso caprichar na proteção solar, com o uso de protetores solares, chapéus, roupas e óculos de sol.

Existe cura?

O piebaldismo não é tratado como uma doença, mas uma condição.

— A mancha não melhora com tratamentos como cremes e fototerapia. Há relatos de melhora com algumas técnicas cirúrgicas, mas a pessoa pode viver normal. Sem problemas — confirma a especialista.

Leia também: 

Câncer de pele: saiba quais são os tipos, como prevenir e tratar

Pesar-se com frequência ajuda a emagrecer, sugere estudo