“Nunca deixei de fazer o que gosto e ser quem eu sou por intolerância”, afirma Pabllo Vittar

Pabllo Vittar no clipe Corpo Sensual - Foto divulgação

Pabllo Vittar no clipe Corpo Sensual – Foto divulgação

Quem assistiu ao Rock In Rio viu de perto a consagração de um novo nome na música pop do Brasil. Pabllo Vittar surpreendeu se apresentando num pocket show e subindo ao palco com a cantora Fergie neste fim de semana (assista aqui). O show, em um dos palcos alternativos do evento, ganhou proporções bem maiores do que o esperado, e reuniu uma multidão que sabia de cor alguns dos principais sucessos da cantora.

A drag queen de 22 anos, nascida no Maranhão, se tornou fenômeno nacional no fim de julho com o lançamento da música Sua Cara, com Anitta e a banda Major Lazer. Mas já era conhecida no meio alternativo. Open Bar, uma versão de Lean On, do próprio Major Lazer, foi o start da carreira. O clipe tem a participação de várias drag queens brasileiras e foi essa música que chamou atenção de Diplo (do Major Lazer), que a convidou para a parceria com Anitta. Neste mês, ela lançou o clipe Corpo Sensual, com Mateus Carrilho, da Banda Uó. E, agora, não para de crescer.

Sua Cara chegou ao ocupar a sétima posição entre os clipes mais vistos no mundo nas 24 horas depois do lançamento. Hoje, Pabllo é drag queen com maior número de seguidores no Instagran, passando até uma das mais famosas delas, RuPaul (do reality show RuPaul’s Drag Race). O sucesso foi tanto, que Pabllo chegou a incomodar. Seu canal do Youtube foi invadido por hackers que postaram vídeos com conteúdo homofóbico e de pedofilia, numa tentativa de prejudicar a imagem da cantora. Mas o efeito foi reverso. Quando isso aconteceu, milhares de fãs e famosos demonstraram apoio à Pabllo com a hashtag ‘#TodosComPablloVittar.

Sobre todo esse sucesso, preconceitos e planos conversamos por e-mail com a cantora:

Pabllo Vittar no Rock In Rio. Foto: Marcelo Theobald/Agência O Globo

Início da carreira

Sua parceria com Anitta mudou muito a sua rotina? Como está a sua vida após Sua Cara?
A minha rotina está cada vez mais louca, na verdade nem é mais rotina né!? Rs

Um dos seus grandes sucessos foi Open Bar, uma versão de Lean On, do Major Lazer. Depois disso surgiram as parcerias com Diplo. Como está sendo chegar ao público fora do Brasil? Você tem recebido outros convites?
Só posso contar que tem muitas novidades que todo mundo vai amar!

Quando Sua Cara foi lançado, o blogueiro americano Perez Hilton divulgou o clipe sem citar seu nome e disse que fez isso propositalmente porque, segundo ele, ninguém te conhecia. Depois, os fãs brasileiros, e internacionais, provaram o contrário com RTs e respostas ao blogueiro. Como foi isso pra você? Qual é a importância das mídias sociais na divulgação do seu trabalho e quanto você se dedica a elas?
As mídias sociais são fundamentais na divulgação e eu AMO, sou super apegada ao meu instagram, amo interagir com os meus baby vittarlovers no Twitter.

Como foi o processo de gravação de Sua Cara?
Foi tudo lindo. Experiência maravilhosa!

Sucesso

Você superou uma das drags mais famosas no mundo, a RuPaul, em número de seguidores, além disso, Todo Dia foi o clipe original de uma drag queen mais visto do YouTube. Você percebe a influência do seu trabalho na luta contra o preconceito em relação às drags?
Eu luto para que o meu trabalho faça a diferença na vida das pessoas. Acredito que ainda temos um longo caminho pela frente mas as mudanças estão acontecendo.

Você tem alguma inspiração da velha guarda? Conhece o trabalho de Silvetty Montilla e Jane di Castro, por exemplo? Já teve contato com elas pessoalmente?
Eu AMARIA tomar um chá com todas elas! Hahahha

O que você acha das mulheres drag queens? Há resistência sobre a participação delas na cena?
Sempre há alguma resistência de alguma forma, eu acho que as pessoas tem de ser quem são e fazer o que amam.

Pabllo Vittar e Mateus Carrilho no clipe de Corpo Sensual – Foto divulgação

Inspirações

Qual é a sua principal inspiração? E como você começou a carreira?
Comecei imitando as minhas divas Pop, Bey, Rihanna, Mariah… Ai são muitas! Rsrs

O que você tem ouvido ultimamente? Qual álbum não sai da sua playlist?
Ai, é muita coisa! Haha Eu amo Pop, ouço muito e sempre. Agora nao sei dizer um album específico. Gosto de variar.

Infância e preconceito

Como foi a sua infância no Maranhão? Passou por muitas situações de preconceito?
Passei por algumas situações, mas nunca deixei de fazer o que gosto e ser quem eu sou por intolerância.

Como foi a primeira vez que você se viu montada?
Na hora eu me achei lindaaa! Rs Hoje eu olho e penso, meu deus!!! Hahaha

Você tem uma relação muito próxima com a sua mãe, mas ela demorou a aceitar a sua profissão como drag. Como foi esse processo?
Minha mãe e irmã sempre me apoiaram em tudo que eu quis e quero fazer.

Você se declara como gênero fluído, sem se reconhecer como trans, por exemplo. Acredita que a discussão sobre gênero tem avançado no Brasil?
Com certeza, acredito que cada vez mais tem espaço para essa discussão.

Já sentiu preconceito de cantores e músicos com relação ao seu trabalho?
Não, nenhum caso específico que eu me lembre agora.

Futuro

Quais são os seus planos para o futuro? Algum projeto novo?
Temos muitos projetos novos, meu próximo álbum… Mas é tudo surpresa, aguardem! Rsrs

Qual o recado que você deixa pra quem te vê como inspiração?
Se ame sempre! Isso é o mais importante, quando você se ama e é verdadeiro consigo o sucesso e aceitação vem naturalmente! Eu vou estar sempre do lado de vocês, Vittarlovers! ?