Especialista fala sobre cuidados especiais com os pés no verão

Associação Brasileira de Medicina e Cirurgia do Tornozelo e Pé (ABTPé) faz alerta especial a pessoas com diabetes

pé
Foto: Pexels

O verão que tem início em dezembro e vai até março, geralmente, é associado a muito calor, praias e piscinas. Além dos cuidados já sabidos, como beber água frequentemente e usar o protetor solar, os pés também precisam de cuidados especiais, uma vez que por estarem mais expostos ao calor, podem sofrer com micoses, rachaduras e ressecamentos, por exemplo.

O presidente da Associação Brasileira de Medicina e Cirurgia do Tornozelo e Pé (ABTPé), Dr. Marco Túlio Costa, faz ainda um alerta especial a pacientes diabéticos.

Leia mais: Veja 10 dicas de como deixar a pele do rosto mais sequinha no verão

— Paciente com diabetes e, possivelmente, com perda da sensibilidade nesta região, a atenção deve ser redobrada, pois o alerta se inicia à cautela básica, como a necessidade de utilizar um calçado que proteja seus pés, já que os pés de pacientes com esta patologia, estão mais predispostos a lesões — explica o especialista.

Já nos casos de pessoas sem diabetes e pés com sensibilidade normal é possível abandonar os sapatos fechados, desde que seja respeitado alguns cuidados, como lavar todo o pé com sabão, especialmente entre os dedos, e secá-los com uma toalha, e não lixar os pés, pois a pele “entende” que está sendo agredida e acaba espessando-se mais em busca de proteção.

Segundo o Dr. Marco Túlio Costa, é preciso, ao final do dia, tentar perceber se houve formação de calos, bolhas ou manchas avermelhadas. Também é importante lembrar que os pés devem receber proteção contra os raios solares, especialmente a parte de cima, muitas vezes, esquecidos pelas pessoas.