Ex-vocalista do Sambô desabafa após não ser reconhecido por Faustão: “Falta de educação dele”

Daniel San publicou texto falando sobre o climão durante o programa do último domingo

Daniel San
Daniel San não foi reconhecido. Foto: Reprodução / TV Globo/Divulgação

Domingão do Faustão foi marcado por um climão entre o apresentador e uma das atrações do quatro Se Vira nos 30. No entanto, a maior gafe durante o programa foi quando o comandante da atração dominical não reconheceu Daniel San, vocalista da banda Sambô entre 2006 e 2015, que participou com o seu projeto solo San Da Mi.

Anunciado como uma banda voadora – já que eles se apresentam suspensos no ar com cabos de aço -, Faustão questionou a repórter de seu programa sobre a atração musical:

— Ô Fany, você também já está fazendo pegadinha. Tem coisa de voar coisa nenhuma. Assim como vocês são enganados aqui, nós também somos. Aqui ninguém voou, banda que voa… Às vezes a gente entra nisso.

Antes de começar a performance, o apresentador até chegou a questionar quanto tempo a formação já existia – sem reconhecer Daniel San:

—  A gente começou agora, fizemos três apresentações – disse o músico.

Falta de educação

Nesta segunda-feira (29), o artista publicou um texto em seu perfil no Instagram falando sobre a situação. Ele detalha que até tinha preparado a apresentação de mais faixas, o que foi ignorado pelo apresentador. “Confesso que me surpreendi com a falta de educação dele, primeiramente com sua equipe (que foram incríveis para o programa acontecer), depois errou o nome da banda (desleixo) etc… pois já participei do programa outras vezes, inclusive quando venci esse quadro”, diz um trecho da nota.

Apesar do climão, ele pareceu não ficar tão abalado e disse seguir confiante em sua proposta. “Tenho orgulho de estar à frente desse projeto, com esses artistas e equipe e sigo minha carreira com amor e dedicação e sem me importar com haters e a mídia sensacionalista”, finalizou.

Veja na íntegra:

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Para quem não viu, este é o vídeo da nossa apresentação no Se Vira nos 30. As imagens falam por si, é um espetáculo lindo. Fomos CONVIDADOS PELA PRODUÇÃO DO FAUSTÃO e no início pensamos em não aceitar, pois descaracterizaria nossa apresentação que acontece em alturas maiores, de 30 a 40 metros. Após algumas reuniões com a produção decidimos fazer e adaptamos para o quadro e espaço do programa, foi difícil e trabalhoso. Foram 28 pessoas envolvidas entre artistas e equipe e 28 horas de montagem ininterrupta, preparamos com a produção mais músicas para serem apresentadas, o que infelizmente não aconteceu porque o apresentador não entendeu e não gostou do número, mesmo tendo sido previamente aprovado. Confesso que me surpreendi com a falta de educação dele, primeiramente com sua equipe (que foram incríveis para o programa acontecer), depois errou o nome da banda (desleixo), etc…pois já participei do programa outras vezes, inclusive quando venci esse quadro. Somos artistas e profissionais sempre prontos para divulgar a nossa arte, a @ciak_kikocaldas tem 30 anos de experiência em criação, direção e execução de grandes espetáculos e eu 20 anos na música. Tenho orgulho de estar a frente desse projeto, com esses artistas e equipe e sigo minha carreira com amor e dedicação e sem me importar com Haters e a mídia sensacionalista. ✌🏼✨ @abandaquevoa

Uma publicação compartilhada por San da Mí (@sandami) em

Leia também:

“Aquele imbecil que está lá”: Faustão se pronuncia sobre desabafo no “Domingão”

Anitta fala sobre preconceito contra funk: “Espero que um dia acabe”