Exposição fotográfica mostra personagens singulares de Nova Iorque

New York, feelings é uma exposição de streetphotography de Jairo Cardoso, que mostra personagens anônimos da megalópole que está sempre desperta. Anônimos, mas não menos singulares, pois surgem da cena urbana como protagonistas, sugerindo ao observador a existência – e a permanência – de universos individuais e surpreendentes. Mundos que se conectam a outros mundos por meio do banco da praça, da estação do metrô ou, nos dias de hoje, do onipresente smartphone.

A Nova Iorque que inspirou os livros de Paul Auster, os filmes de Woody Allen e as fotos de Vivian Maier terá uma fração à mostra de 1º de agosto a 4 de setembro no Tralharia Antique Café Bar, em Florianópolis, que recebe a série de oito fotografias em preto e branco. As imagens, todas verticais e com ampliações de 21 X 42 cm, foram captadas em janeiro deste ano com uma câmera Leica, durante caminhadas pelas ruas da Big Apple, que pareciam ignorar o frio intenso do inverno.

A “seleção do elenco” não cumpriu nenhum roteiro preestabelecido e o resultado não poderia ter sido outro, se não um conjunto heterogêneo de homens e mulheres com mais ou menos idade – para citar apenas dois critérios que não impliquem, por si só, a exclusão de outros.

— Nunca procurei por tipos específicos, as fotos simplesmente foram acontecendo, assim como a edição: quando preparava a exposição, percebi que tinha uma sequência harmônica, sem que tivesse sido essa a proposta — explica o fotógrafo.

Natural de Florianópolis, o autor tem 45 anos e é formado em Direito e Jornalismo pela UFSC. Apresentou as exposições Andanças (Café Sorrentino, 2014), Instantâneos (Varal da Trajano, 2015), Snapshots from New York City (Tralharia, 2016), Fatto in Italia (Tralharia, 2017) e Callejeras de España(Tralharia, 2018). New York, fellings tem curadoria de Sérgio Vignes.

Serviço

O quê: exposição de fotografia New York, feelings.
Onde: Tralharia Antique Café Bar (Rua Nunes Machado, 104, Centro, Florianópolis).
Abertura: 1º de agosto, às 19 horas.
Período: 1º de agosto a 4 de setembro.
Horário: terça a sexta-feira, das 18 às 00h.
Quanto: gratuito.

Leia mais:

Meu Olhar Fotográfico: exposição do fotógrafo Renato de Souza acontece no sábado na Capital

Registros da Rússia são tema da primeira exposição do fotojornalista Diorgenes Pandini

Fotógrafa estreia exposição sobre amor em Florianópolis