Ex-atleta do remo, catarinense Fabiana Beltrame lança livro onde conta sua trajetória no esporte

Competição em Lucerna, em 2013. Foto: Arquivo Pessoal

A catarinense Fabiana Beltrame, 37 anos, fez história no remo feminino. Aposentada desde 2016, a ex-atleta colecionou em seus 19 anos de carreira títulos como o de primeira mulher brasileira a competir nos Jogos Olímpicos pelo remo e se tornou a primeira campeã mundial do país, em 2011 – o auge de sua carreira. Também conquistou a primeira medalha do remo feminino em Jogos Pan Americanos, venceu 32 vezes o Campeonato Brasileiro, subiu ao pódio seis vezes em Copas do Mundo e foi considerada a melhor remadora do país por 10 anos, vencendo o Prêmio Brasil Olímpico da modalidade.

Mas Fabiana, que acaba de escrever sua autobiografia, O Desafio das Águas, conta que uma carreira de sucesso também se fez de derrotas, que foram retratadas na obra que pode ser adquirida em pré-venda, com previsão de lançamento para o próximo mês.

— O livro conta, principalmente, a minha trajetória no esporte. Claro, fala das minhas origens, dos meus pais, minha infância, mas o foco é a minha carreira. Desde quando comecei a remar até quando me aposentei, em 2016. E fala de todo o bastidor, tanto das vitórias, que todo mundo quer saber, mas também das derrotas, que foram muitas também. As pessoas acham que se faz um atleta campeão da noite para o dia, mas isso não acontece. São anos e anos de história, dedicação, treinamento e dificuldades para poder vir um título mundial, como veio, ou tantas outras medalhas.

A manezinha, que hoje tem um box de crossfit no Centro de Florianópolis e é mãe de dois filhos – Alice de 9 anos e Davi de 9 meses – conta que o processo de concepção do livro deu a ela ainda mais orgulho da trajetória que percorreu.

— O processo de escrita do livro foi bem prazeroso, tentei lembrar de coisas desde o início. Foi bem difícil lembrar de tudo, mas as fotos me ajudaram muito. Nem todos os dias tiveram fotos, mas os principais e os das competições sim. E assim eu fui montando o livro. Lembrar de toda a trajetória foi muito legal, eu acabei dando ainda mais valor para toda a minha carreira depois que escrevi esse livro — relembra Fabiana.

A ideia de produzir uma obra com sua história surgiu antes mesmo de sua aposentadoria. Fabiana conta que muita gente já perguntava porque ela não escrevia um livro. Além do interesse das pessoas, o fato de deixar sua carreira registrada para mostrar para os filhos, foi um ponto fundamental para concretização do projeto.

— Eu acho que todo mundo tem uma história bacana para contar, e vários fatores me incentivaram para isso. Desde, claro, o interesse das pessoas, que é bem importante, mas também o fato de deixar registrado para os meus filhos, principalmente a Alice, que viveu muito do que eu vivi nos últimos anos da carreira, e para o Davi que nasceu no ano passado.

A ex-atleta hoje se dedica ao empreendimento que montou em parceria com o marido, Gibran Cunha, e dois amigos e irmãos, Marlon e Maicon Jacques, todos ex-remadores. O negócio é também onde coloca sua energia como atleta, já que foi no crossfit que ela encontrou sua nova atividade após deixar o remo. Mas ela já faz planos para voltar para o esporte que lhe rendeu tantas vitórias.

— Por enquanto o Davi é muito pequeninho, mas ano que vem, quando ele já estiver indo para creche, eu e meu marido temos vontade de dar umas remadas, mas só por prazer mesmo, sem competição — finaliza.

 

Serviço

O Desafio das Águas (Editora Ella)
Gênero: Autobiografia
Ano de Publicação: 2019
Formato: 14 x 21- 85 páginas
Público: Jovens/Adultos

Sinopse: Em setembro de 2011, Fabiana Beltrame se tornou a primeira campeã mundial de remo da história do Brasil, e este é apenas um dos títulos inéditos que conquistou pelo esporte brasileiro. Também foi a primeira remadora brasileira a competir nos Jogos Olímpicos e a vencer uma Copa do Mundo. Foram 19 anos dedicados ao esporte, com muitos altos e baixos numa carreira que começou sem muitas pretensões, num esporte pouco conhecido. Mas apesar das dificuldades, Fabiana se tornou a melhor remadora do país.

Leia mais:

Estilo “crossfiteiro”: saiba como é a rotina dos adeptos do esporte

Um estímulo a mais para malhar: academias oferecem desconto em SC

Você sabia que praticar esportes tem consequências para a saúde da pele?

Confira dicas e descontos para manter a atividade física mesmo no inverno